Tribunais
Atualizado em: 21/09/2011 - 4:17 pm

Ana Arraes (PSB-PE)

Com 222 votos, a deputada Ana Arraes (PSB-PE), foi eleita, pelo Plenário da Câmara Federal, nesta quarta-feira (21), para a vaga de Conselheira do Tribunal de Contas da União (TCU) em substituição a Ubiratan Aguiar, que se aposentou. Ela tornou-se a primeira mulher ministra do TCU.

Em segundo lugar ficou Aldo Rabelo (PCdoB-SP) com 149 votos e em terceiro, Átila Lins (PMDB-AM), 47. A votação da Câmara será submetida agora à apreciação do Senado.

Houve grande mobilização do PSB, partido de Ana Arraes. O governador Cid Gomes (PSB-CE) foi um dos esteve no plenário acompanhando a votação.

Nepotismo?
Ana Arraes negou que a participação do filho, o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), em sua campanha ao Tribunal de Contas da União (TCU) caracterizasse nepotismo. “Não existe nepotismo. Se o nepotismo é feito pelo povo, então, é o nepotismo. Então, não existe nepotismo porque existe democracia. É o voto do povo. Eu estou aqui pelo voto do povo, não é por indicação de ninguém”, afirmou.

Sobre Ana
Ana Arraes é líder da bancada do Partido Socialista Brasileiro na Câmara dos Deputados. Formada em direito, é ex-funcionária do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE) e do Tribunal Regional do Trabalho (TRT).

Com informações do Globo e da Intelecto Comunicação



0 comentários







0 comentários
Topo | Home