Ceará
Atualizado em: 13/07/2013 - 11:56 am

Anistia de policiais e bombeiros do Ceará espera sanção de Dilma

Policiais e bombeiros militares do Ceará participaram de greve entre 2011 e 2012

O projeto de lei da Câmara (PLC 51/2013), que trata da anistia dos policiais e bombeiros militares do Ceará, aprovado esta semana, seguiu para sanção da presidente Dilma Rousseff. A proposta também concede anistia a PMs e bombeiros de outros 16 estados, além do Distrito Federal.

Semelhante
Um projeto com o mesmo teor também foi apresentado pelo senador cearense José Pimentel (PT), mas a matéria na Câmara tramitou mais rápido, possibilitando sua aprovação no plenário do Senado, após a assinatura da urgência pelos líderes partidários, encabeçada pelo cearense.

Ânimos
Segundo Pimentel, a anistia vai apaziguar as famílias militares do Ceará, devolvendo a elas sua tranquilidade, além de reconhecer que o movimento grevista realizado pelos policiais e bombeiros militares foi justo.

Arquivamento
Na prática, explicou o senador, serão arquivados mais de 300 inquéritos policiais-militares abertos em função da participação na greve.

Greve
No fim de 2011, 350 policiais e bombeiros militares cearenses aderiram a greve para reivindicar aumento de salário e melhores condições de trabalho. A greve terminou no início de 2012. Os militares foram acusados pelo Ministério Público de revolta, motim, desobediência e abandono de posto, inclusive parte deles foram afastados das funções e, sem anistia, corriam risco de expulsão da corporação.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.