Copa 2014
Atualizado em: 09/03/2012 - 2:13 pm

Jérôme Valcke é o secretário-geral da Federação Internacional de Futebol (Fifa)

A Fifa anunciou nesta sexta-feira (09) que a visita de seu secretário-geral, Jérôme Valcke, a Brasília, Cuiabá e Recife, inicialmente marcada para a próxima semana, foi adiada. Seria a segunda viagem de inspeção às cidades-sede do Mundial de 2014 feita pelo dirigente este ano.

A visita acontecerá somente após a reunião entre o mandatário da Fifa, Joseph Blatter, e a presidente Dilma Rousseff, que deverá ser marcada para as próximas semanas, em Brasília. Nesta sexta, o dirigente enviou carta ao Planalto solicitando o encontro.

Crise
O adiamento da viagem acontece justamente em momento de crise diplomática entre Fifa e governo federal. Na semana passada, Valcke criou mal estar ao afirmar que o Brasil precisava de “um chute no traseiro” para agilizar seus preparativos para a Copa.

Leia aqui:
Secretário-geral da Fifa critica atraso e diz que organizadores da Copa no Brasil precisam de “um chute no traseiro” 

Após o incidente, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, pediu a Blatter que afastasse seu secretário-geral da interlocução dos assuntos da Copa. Os dois dirigentes se retrataram com pedidos de desculpas ao governo. Ainda assim, as relações seguem estremecidas.

Rebelo enviou cartas a Valcke e Blatter aceitando as desculpas, mas não fez menção ao pedido de substituição do interlocutor. Nesta sexta-feira, após visita às obras do Maracanã, deu a entender que mantém a solicitação: “Tudo o que o governo tinha a dizer já o fiz em entrevistas e nas inúmeras carta que tive de escrever.”

Espera
O ministro disse ainda que o futuro de Valcke está nas mãos da Fifa. A questão seria debatida no encontro entre Blatter e Dilma. “Talvez seja o caso de aguardar novas cartas”, afirmou Rebelo, sugerindo que, em breve, poderá haver novidades sobre o interlocutor.

Do Portal Band Notícias



0 comentários







0 comentários
Topo | Home