ALEC, Bastidores
Atualizado em: 02/02/2012 - 3:28 pm

Solenidade de abertura dos trabalhos foi pouco prestigiada. Foto: Reprodução TV Jangadeiro

Foi uma solenidade simples e pouco concorrida. Até mesmo o tapete vermelho, tradicionalmente utilizado na abertura do ano Legislativo, acabou recolhido antes do início do evento. Boa parte dos deputados nem mesmo passou pela Assembleia Legislativa. O painel registrava 22 parlamentares presentes, mas a contagem oficial da AL dava conta de 37 dos 46 deputados presentes em plenário.

Veja também:
Deputados voltam ao trabalho sem data para votar mensagem sobre reajuste de PMs

Sem Cid
O secretário de Planejamento, Eduardo Diogo, representou o governador Cid Gomes (PSB) que trocou a abertura dos trabalhos na Assembleia por uma reunião.

“O Governador não se fez presente porque, como vocês sabem, a presidente Dilma se fará presente aqui no Ceará na próxima terça, dia sete [de fevereiro], e o governador está nesse momento reunido no Palácio [Abolição], com pessoas, como eu falei inclusive, que vieram de fora do Brasil, dando os encaminhamentos dessa agenda”, justificou o secretário.

Leia aqui: Dilma vem ao Ceará na próxima terça

Pouco concorrida
Apenas quatro secretários participaram da solenidade. Além de Eduardo Diogo (Planejamento), que nem esperou a leitura da mensagem e deixou o plenário antes do fim do evento, prestigiaram a abertura dos trabalhos os secretários Francisco Pinheiro (Cultura), Camilo Santana (Cidades) e Mauro Filho (Fazenda). O presidente da Câmara, vereador Acrísio Sena (PT), foi uma das poucas autoridades que acompanharam o evento.

Leia ainda:
Assembleia Legislativa inicia trabalhos nesta quinta. Cid Gomes já avisou que não vai ao evento

É novo!
Em plenário, os deputados encontraram novas poltronas e iniciaram a fase de testes do sistema biométrico para garantir o registro de presença e votações por meio da identificação das digitais.

E mais
A solenidade desta quinta-feira (02) marcou apenas a abertura do ano Legislativo. Debates e pronunciamentos ficaram para a sessão ordinária marcada para a sexta-feira (03).

Uma das preocupações da volta dos trabalhos é o debate pré-eleitoral. A eleição de prefeitos e vereadores pode alterar o funcionamento da Casa e para evitar excessos a Mesa Diretora da Assembleia pode até definir limites e normas.  O presidente da AL, deputado Roberto Cláudio (PSB), no entanto, avalia que a discussão sobre a disputa eleitoral é normal e deve acontecer sem grandes problemas.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home