Em Brasília
Atualizado em: 29/07/2011 - 7:41 pm

O primeiro balanço do PAC 2, o Programa de Aceleração do Crescimento do período de 2011-2014, mostra que apenas 9% das ações previstas estavam concluídas até 30 de junho. Segundo os dados oficiais do governo, 76% das obras estão sendo executadas em ritmo “adequado”, 12% necessitam de atenção e outros 3% estão com execução considerada preocupante. O balanço foi apresentado nesta sexta-feira (29) em Brasília.

Os investimentos do PAC 2 somam R$ 955 bilhões para o período entre 2011 e 2014. O programa reúne as principais ações do governo nas áreas de transporte, energia, mobilidade urbana e recursos hídricos.

 1% dos Transportes
A área de Transportes é a que mais preocupa. Entre as ações previstas no PAC 2 para esta área, no período de 2011 a 2014, 1% das obras foi concluído, segundo avaliação do governo. Outras 83% das ações estão em ritmo adequado, 11% das obras merecem atenção e 5% estão em situação preocupante.

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, explicou que ausência de projetos executivos antes da licitação levou à contratação de obras com base em projetos básicos insuficientes, o que resultou em inúmeros aditivos de prazos e de valores.

Segundo a ministra, o governo decidiu, no PAC 2, apenas licitar as novas obras de rodovias e ferrovias com projeto executivo, além de fazer a revisão dos projetos das obras em andamento ou em licitação.

No primeiro semestre de 2011, foram iniciados 431 quilômetros de trechos de rodovias, e mais 6,5 mil quilômetros estão em andamento. Em ferrovias, 3,5 mil quilômetros de obras estão sendo executados, incluindo as ferrovias Norte-Sul e a Nova Transnordestina. 

Com infomações da Agência Brasil



0 comentários







0 comentários
Topo | Home