Banheiros Fantasmas
Atualizado em: 18/10/2012 - 6:25 am

Banheiros Fantasmas: Justiça ordena bloqueio de bens de Camilo Santana, Cartaxo e Jurandir

O juíz da comarca de Horizonte, Região Metropolitana de Fortaleza, ordenou o bloqueio dos bens do atual secretário das Cidades do Estado, Camilo Santana, e dos ex-titulares da pasta, Joaquim Cartaxo e Jurandir Santiago. A decisão faz parte da ação que investiga o esquema conhecido como o escândalo dos Banheiros Fantasmas.

E mais
Além de Camilo, Cartaxo e Jurandir, os bens de outros 18 réus do processo também foram bloqueados. O ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Teodorico Menezes, está entre os réus.  além de seus parentes e funcionários.

Relembrando o escândalo dos banheiros Fantasmas
Só para municípios da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), foram liberados mais de dois milhões de reais para a construção de cerca de mil kits sanitários que nunca saíram do papel. Os ex-secretrários Joaquim Cartaxo, Jurandir Santiago (ex-presidente do BNB) e o atual secretário Camilo Santana assinaram as liberações dos recursos e as prorrogações dos prazos para a conclusão das obras.

Leia ainda:
TCE decide que Teodorico continua afastado até conclusão de investigações sobre “banheiros fantasmas”
Governo do Ceará financia esquema milionário de banheiros fantasmas     
Após denúncia: Associação fantasma em Pindoretama aluga sede e inicia atividades

O caso dos banheiros fantasmas foi descoberto inicialmente em Pindoretama, na RMF. Mas foi apenas a ponta do Iceberg de corrupção e desvio de dinheiro público. Uma rápida consulta ao Diário Oficial do Estado podemos encontramos vários convênios firmados entre a Secretaria das Cidades e associações recém fundadas e completamente desconhecidas dos moradores de municípios em que deveriam estar funcionando.

Só na RMF
No total foram oito convênios firmados com cinco entidades, totalizando R$ 2.052.000,00 dos cofres do Estado para financiar o esquema de banheiros fantasmas. Em vários os casos citados na denúncia, existem indícios de relacionamento entre os representantes das entidades e o do ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE), Teodorico Menezes.

Com informações do O POVO



0 comentários







0 comentários
Topo | Home