Banheiros Fantasmas
Atualizado em: 27/04/2012 - 4:09 pm

Banheiros Fantasmas: Deputados visitam MP e relatório final deve ser divulgado em 10 dias. Foto: Kézya Diniz/Instagram

Deputados estaduais foram ao Ministério Público na manhã desta sexta-feira (27) em busca de informações sobre o escândalo dos Banheiros Fantasmas. A visita foi motivada pela movimentação do ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Teodorico Menezes, envolvido nas denúncias e que quer voltar ao cargo de conselheiro da Corte.

O MP está finalizando o relatório da investigação que será apresentado aos órgãos competentes em até 10 dias.

Reunião
Os parlamentares foram recebidos pelo Procurador Geral de Justiça, Ricardo Machado, e por promotores que compõem a Procap – Procuradoria de crimes contra a administração pública.

Leia mais:
Presidente do TCE tira 30 dias de férias. Denúncias seguem sem resposta  
Inspetoria do TCE responsabiliza 1º escalão da secretaria das Cidades e sugere devolução do dinheiro

Banheiros Fantasmas: TCE vai investigar 92 convênios em 47 municípios         

Presidente do TCE cancela férias e pede afastamento do cargo  

Informações
Na reunião, os deputados procuraram entender porque quase nove meses depois da divulgação das primeiras denúncias, nenhuma ação efetiva foi adotada contra os acusados de envolvimento no esquema de corrupção que desviou dinheiro público através da secretaria das Cidades no programa de construção dos kits sanitários.

Teodorico
Um dos citados na denúncia é o ex-presidente do TCE, Teodorico Menezes que depois da divulgação do escândalo passou nove meses afastado do tribunal e agora tenta voltar ao cargo de conselheiro. O bloco de oposição na Assembleia Legislativa questiona a volta de Teodorico antes do fim das investigações.

Leia também:
Banheiros Fantasmas: Teodorico Menezes de volta ao TCE

Banheiros Fantasmas: Informações estão sob segredo de Justiça. Na imagem, o deputado Heitor Férrer conversa com o promotor da Procap, Eloilson Landim. Foto: Kézya Diniz

Sigilo
Após a visita, os deputados estaduais evitaram dar detalhes sobre o processo já que a investigação corre sob sigilo de justiça. A informação confirmada é que o relatório está em fase final e será divulgado em até 10 dias.

A divulgação dos dados não será pública, para preservar o sigilo bancários de testemunhas que abriram as contas de forma expontânea. O relatório será enviado aos órgão competentes – entre os quais, o TCE, a Assembleia Legislativa e o Superior Tribunal de Justiça – para que sejam adotadas as medidas necessárias.

Perto da Verdade
Mesmo com o sigilo de agora, a sociedade parece mais perto de conhecer os responsáveis pelo desvio de verba e descobrir onde foi para os recursos que saíram dos cofres públicos no esquema de corrupção no caso dos banheiros fantasmas.

Leia mais:
Governo do Ceará financia esquema milionário de banheiros fantasmas 

Após denúncia: Associação fantasma em Pindoretama aluga sede e inicia atividades
Governo do Ceará pagou R$ 400 mil para construção de banheiros que não saíram do papel 



0 comentários







0 comentários
Topo | Home