Banheiros Fantasmas
Atualizado em: 19/06/2012 - 8:23 pm

O procurador Geral de Justiça, Ricardo Machado, decidiu incluir o presidente do Banco do Nordeste, Jurandir Santiago, no rol dos denunciados no processo do escândalo dos “Banheiros Fantasmas” no município do Ipu.

A inclusão foi recomendada pelo desembargador Francisco Darival Beserra Pinto na última sexta-feira (15) e será protocolada pelo procurador Geral na quarta-feira (20).

Denúncia
Segundo denúncia do Ministério Público, a secretaria das Cidades liberou R$ 3.162.000,00, no ano de 2009, para a construção de 2.108 banheiros que nunca saíram do papel.

Participação
Na última sexta-feira (15), o desembargador Darival Beserra, do Tribunal de Justiça do Ceará, relatou a possibilidade de “conivência” do atual presidente do BNB, pois, segundo o relatório apresentado pelo desembargador, o prefeito de Ipu conseguiu a liberação dos recursos, apesar de não ter construído nenhum “kit sanitário” no Município. Conforme o magistrado, Jurandir Santiago teve “decisiva e relevante” participação no caso.

Leia ainda:
Banheiros Fantasmas: Presidente do BNB pode ser denunciado; Prefeito continua foragido

Silêncio
Através da assessoria de imprensa, Jurandir Santiago afirmou que não vai se pronunciar até ser notificado oficialmente da decisão do Ministério Público Estadual.

Leia ainda:
Secretaria das Cidades também financiou banheiros fantasmas em Ipu   
Secretaria das Cidades e Prefeito de Ipu rebatem denúncias sobre fraude em kits sanitários



0 comentários







0 comentários
Topo | Home