Bastidores
Atualizado em: 01/09/2011 - 1:42 pm

Os professores da rede pública estadual e estudantes lotaram na manhã desta quinta-feira (1º) o hall de entrada do plenário da Assembleia Legislativa para protestar. Com faixas e palavras de ordem, os manifestantes reafirmaram críticas ao governador Cid Gomes.

Os educadores cobram o cumprimento do Piso Nacional do Magistério com respeito a  repercussão em todas as faixas da categoria. Com a chegada dos professores, o Batalhão de Choque da Polícia Militar foi acionado e o clima ficou tenso no local.

Acompanhe a galeria de fotos da manifestação:

Alunos
Os estudantes da rede pública estadual, que estão sem aulas há 27 dias, acompanharam a manifestação em apoio aos professores. Eles afirmaram que “enquanto os professores estiverem na rua, os alunos vão apoiar a luta”.

A sessão, em plenário,  da Assembleia Legislativa foi suspensa por causa da mobilização.

Pichação
Os manifestantes chegaram a pichar uma parede entre os gabinetes dos parlamentares. A representante do comando de greve, Nivânia Menezes justificou o ato afirmando que a conduta dos manifestantes, apesar de “lamentável”,  foi uma reação contra a presença do Batalhão de Choque.

Reinvindicações
A passagem de professores e estudantes pela Assembleia teve como objetivo principal garantir o apoio dos deputados estaduais para negociar com o Governador Cid Gomes a retirada do pedido de ilegalidade da greve. Os professores também cobram a realização de uma audência pública para discutir a educação no Ceará.

TAC
O presidente do sindicato Apeoc, Anízio Melo, propôs a assinatura de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o sindicato e o governo do Estado para que os direitos estabelecidos na Lei do Piso Nacional do Magistério, com repercussão em toda a categoria.

A proposta foi discutida durante um encontro entre os deputados e uma comissão formada por professores, estudantes e sindicalistas.

Líder do Governo
O líder do governo na Assembleia, deputado Antônio Carlos (PT), disse, durante entrevista, que não poderia decidir sobre o pedido de ilegalidade da greve, mas prometeu levar a demanda da categoria a diante, numa tentativa de reabrir o canal de negociações.

Leia mais:
Veja imagens do protesto dos professores na AL
Professores em greve tentam entrar na Assembleia Legislativa e clima é tenso no local

 Acompanhe a reportagem exibida no Jornal Jangadeiro

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me