Nacional
Atualizado em: 23/09/2011 - 7:20 pm

Da Agência Brasil

A carga tributária no Brasil equivale a um terço do ganho anual do contribuinte. Foto: internet

Cerca de um terço de tudo o que o brasileiro ganhou em 2010 foi para os cofres públicos. Segundo números divulgados há pouco pela Receita Federal, a carga tributária no ano passado correspondeu a 33,56% do Produto Interno Bruto (PIB), crescimento de 0,42 ponto percentual em relação a 2009, quando a carga havia atingido 33,14%.

O número corresponde à arrecadação da União, de estados e municípios, dividida pelo PIB, que é a soma de tudo aquilo que o país produz. De acordo com a Receita Federal, o crescimento da carga tributária resultou da combinação do crescimento de 7,5% do PIB no ano passado e da expansão real (descontada a inflação) de 8,9% da arrecadação tributária nos três níveis de governo.

Os tributos federais foram os que mais pesaram no bolso do brasileiro, correspondendo a 23,46% do PIB em 2010. Em 2009, esse percentual havia atingido 23,14%. Os tributos estaduais representaram 8,47% do PIB, índice praticamente estável em relação a 2009, quando os tributos estaduais haviam alcançado 8,48% do PIB. A carga tributária dos municípios subiu de 4,58% do PIB, em 2009, para 4,87% no ano passado.

Leia mais aqui.

Comento: Um terço da renda do trabalhador brasileiro é destinado ao pagamento de impostos. Definitivamente, não é pouca coisa. Sem contar que muita gente precisa buscar no setor privado, os serviços que não são oferecidos com a devida qualidade pelo setor público, como saúde e educação. O dado mostra ainda a importância para a simplificação do sistema tributário brasileiro, de forma que o cidadão possa ter a informação correta de onde e de como ele paga esses impostos.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home