Ceará
Atualizado em: 14/08/2013 - 1:22 pm

Caviar: Cid Gomes rebate denúncias e diz que Heitor Férrer "é um desonesto da política cearense". Foto: Kézya Diniz

Caviar: Cid Gomes rebate denúncias e diz que Heitor Férrer “é um desonesto da política cearense”. Foto: Kézya Diniz

“Oportunista” e “desonesto”. Esses foram alguns dos adjetivos atribuídos ao deputado estadual Heitor Férrer (PDT), pelo governador Cid Gomes ao rebater as críticas do parlamentar no caso da denúncia dos gastos de R$ 3,4 milhões do governo do Ceará em um contrato de buffet.

Leia aqui:
Férrer “denuncia” gastos com caviar e camarão

Gente miúda
O governador ficou visivelmente irritado ao ser questionado sobre as denúncias de Férrer e não aliviou nas palavras ao rebater as críticas do deputado.

“Eu acho isso um miúdo típico de gente miúda, de gente que não tem a política como oportunidade de servir às pessoas, mas de oportunismo, de vaidade pessoal. Felizmente, as pessoas compreendem e jamais dão a essas pessoas oportunidades majoritárias. Será eternamente um deputado”, disparou ao conceder entrevista nesta quarta-feira (14).

Comeu?
Cid Gomes disse ainda que Heitor Férrer já teria se servido do buffet em evento promovido pelo presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado José Albuquerque. “O presidente da Assembleia ficou no exercício do governo alguns dias e promoveu um almoço para os deputados estaduais. E o Heitor Férrer foi lá no Palácio e comeu deste buffet”, ironizou.

Desonesto
Ao enfatizar as críticas a Heitor Férrer, Cid Gomes citou o senador Eunício Oliveira (PMDB), adversário político do pedetista na terra natal, o município de Lavras da Mangabeira. “O Eunício Oliveira, que é lá de Lavras da Mangabeira, me disse uma vez que lá as pessoas conhecem assim: Tem os políticos da família ‘Augusto’. E eles dizem que ‘não tem nenhum Augusto bonito’. E a outra família de lá é ‘Férrer’. E dizem que não tem nenhum Férrer honesto. Então é isso aí, [Férrer] é um desonesto da política cearense”, finalizou.

Especial
Ainda durante entrevista, Cid Gomes explicou que o Buffet é servido em eventos especiais, com a presença de autoridades como a presidente da República. “Esse contrato é de preço global que não é utilizado no dia-a-dia. Eu, por exemplo, não como deste buffet. Ele só é utilizado quando tem eventos e solenidades em Fortaleza”, afirmou para a imprensa.

Da gestão Lúcio
Cid Gomes disse que o contrato foi feito ainda na gestão anterior ao seu governo. “Isso é um contrato que existe desde a época do governo anterior. É a mesma empresa que pertence à sogra do Léo Alcântara, filho do ex-governador Lúcio Alcântara, que ele [o deputado Heitor Férrer] apoiava”, ressaltou.

Resposta
Ao saber das críticas de Cid Gomes, o deputado Heitor Férrer ocupou a tribuna, no plenário da Assembleia Legislativa, para rebater o governador. Leia aqui: “Desonesto” e “oportunista”: Férrer diz que perdoa Cid Gomes por acusações e promete seguir com denúncias



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.