Bastidores
Atualizado em: 01/08/2013 - 12:33 pm

Cid

Cid tem cobrado a redução de gastos e quer saber de seus auxiliares de onde é possível passar a tesoura

O governador Cid Gomes quer reduzir o custeio da máquina pública estadual. Para isso, o gestor tem convocado secretários para reuniões individuais. Sem meias palavras, Cid tem cobrado a redução de gastos e quer saber de seus auxiliares onde é possível passar a tesoura.

A ideia é sanear as contas já pensando na transição administrativa com a saída de Cid em 2015. O governador pretende entregar a gestão do Estado para seu sucessor, em condições para que o novo governador tenha margem de endividamento suficiente.

Desafio
Com a abertura de novas hospitais, Policlínicas e Upas, além de mais de 100 escolas de ensino profissionalizante, o custeio da máquina aumentou. A ideia de Cid é cortar o que for possível sem atrapalhar o nível de investimentos e a qualidade dos serviços oferecidos à população.

Valor?
Não há informações sobre metas ou valores a serem atingidos com o corte nos gastos. O governador também ainda não disse publicamente quais áreas serão mais atingidas com a redução dos recursos.

Percentuais
O governador também postou em seu perfil oficial no Twitter, uma série de informações fiscais do Estado, com percentuais comparativos entre os anos de 2006 (início do primeiro governo Cid) e 2012.

2012/2006

  • Inflação 37,70 %
  • Receitas Próprias 107,12 %
  • Transferências Federais 80,27

As despesas no período 2012/2006:

  • Pessoal 104,36 %
  • Custeio 132,18 %

Comparando
O governador ainda apresentou o comparativo do 1º semestre de 2013 com o 1º semestre de 2012.

1º Semestre 2013/1º Semestre 2012

  • Inflação 6,70 %
  • Receitas Próprias 12,14 %
  • Transferências Federais 4,87 %

2011
Não é a primeira vez que o governador corta gastos. Em 2011, Cid Gomes anunciou o corte de R$ 500 milhões no custeio da máquina para manter o nível de investimento e otimizar os gastos públicos.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home