Ceará
Atualizado em: 25/08/2013 - 11:18 am

Cid Gomes gasta R$ 78 milhões em helicópteros sem licitação, diz jornal

Cid Gomes gasta R$ 78 milhões em helicópteros sem licitação, diz jornal

Deu no O Globo: Governador Cid Gomes (PSB) está montando uma frota de helicópteros, integrada por quatro aeronaves equipadas com o que há de mais moderno. O detalhe é que os equipamentos foram adquiridos sem licitação. Até agora, pelas três últimas aeronaves que começaram a chegar no dia 19, o governo do Ceará já desembolsou R$ 78 milhões.

Brecha
Enquanto a União discute, há anos, qual empresa estrangeira – alemã, sueca, francesa ou americana – oferece melhores condições para a compra de caças para a Aeronáutica, Cid Gomes não teve dúvidas: usou uma brecha no Programa de Modernização Tecnológica (Promotec) da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, que dispensa licitação especificamente para compra de equipamentos — não exatamente helicópteros — para operar, junto ao banco alemão MLW Intermed, a compra milionária de quatro helicópteros biturbinados.

Outra finalidade
Os “equipamentos” adquiridos via Promotec não servem às atividades da Secretaria de Ciência e Tecnologia. A primeira aquisição pelo programa aconteceu em 2010, com o Eurocopter EC-135P2+, prefixo PR-GCE, oficialmente comprado “para fins de operação junto à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior e Superintendência Estadual de Meio Ambiente”, segundo o extrato de inexigibilidade de licitação. Contudo, a aeronave nunca serviu à finalidade original. De padrão luxo, é usado pelo governador.

Os três últimos foram comprados em setembro do ano passado e começaram a ser entregues semana passada.

Tudo certo
O governador Cid Gomes disse, por meio da assessoria, que a compra dos helicópteros foi financiada pelo banco alemão MLW. O financiamento foi aprovado pela Câmara Comercial Brasil-Alemanha, pela Assembleia Legislativa, pelo Senado Federal e seguiu todos os trâmites legais. “Por meio de um ato de cessão, serão utilizados pela Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas, órgão ligado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social. Ou seja, essas aeronaves reforçarão as ações de polícia e transportarão com segurança e agilidade as vítimas de violência”, disse.

Contrato
Para não fugir do objetivo do Promotec, o contrato de compra publicado no Diário Oficial do Estado, em agosto passado, para a aquisição dos três últimos aviões pela Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, curiosamente não fala em helicópteros, e sim em fornecimento de “equipamentos e instrumentos técnico-científicos e educacionais”. Assim, foi aprovado pelos órgãos citados pelo governador.

Registro
Um dos três helicópteros, usado pela polícia, está registrado na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), como de propriedade da Secretaria de Ciência e Tecnologia.

Críticas
“Vivemos no Ceará o império de um governante que se estabelece como um monarca absoluto. Quem garante que não houve superfaturamento e outros desvios? Além dos gastos que podem ter sido superfaturados com essa frota nova, temos um levantamento de gastos com aluguel e frete em jatinhos e helicópteros no governo Cid que chega a R$ 68 milhões. Que governo para voar! Isso é o que eu chamo de governo voador”, criticou o deputado estadual Heitor Ferrer.

Já o vereador Guilherme Sampaio (PT) também disse que os desmandos sob a gestão da “oligarquia dos Ferreira Gomes” no Ceará estão fora de controle, tanto do Tribunal de Contas do Estado (TCE) como na Assembleia Legislativa, que controla com uma maioria esmagadora. “Os irmãos Cid, Ciro e Ivo Ferreira Gomes agem com uma atitude despótica aqui no Ceará. Criaram uma oligarquia e uma superioridade que os habilita a agir dessa forma”, diz o petista, anunciando que, nesta segunda-feira (26), a executiva do PT cearense deve se reunir para rediscutir a aliança com o PSB no estado.

Sem heliponto
Ainda por meio de sua assessoria, Cid negou que tenha usado recursos públicos para a construção de um heliponto em sua casa de campo na Serra da Meruoca, perto de Sobral, como denunciaram seus adversários. “Não existe nenhum heliponto custeado por verba pública no referido imóvel”, negou o governador.

Com informações de O Globo

Siga-nos e curta-nos:
RSS
Follow by Email
Twitter
Visit Us
Follow Me