Bastidores
Atualizado em: 17/06/2011 - 11:44 am

Cid Gomes na cabine do trem que será utilizado no metrô de Fortaleza. Foto divulgada pelo twiter do sec. da Copa, Ferrúcio Feitosa

O governador Cid Gomes acompanhou, na manhã desta sexta-feira (17), os testes em movimento dos primeiros trens do Metrô de Fortaleza.

Cid Gomes percorreu o trecho de 2,8 quilômetros da Linha Sul, entre as estações Rachel de Queiroz (antiga Pajuçara) e Virgílio Távora (antiga Novo Maracanaú), a bordo de um dos dois primeiros trens unidades elétricas (TUEs).

Sul
Os trens são constituídos de três carros cada, com comprimento total de aproximadamente 40 metros. A Linha Sul do Metrô de Fortaleza terá 24,1 quilômetros e vai ligar Pacatuba ao Centro de Fortaleza. São 18 km em trecho de superfície, 4,0 km em subterrâneo e 2,1 km em elevado.

A Linha Sul será a primeira linha metroviária do Ceará e terá capacidade de transportar cerca de 350 mil pessoas por dia numa primeira etapa.

Trens
Os trens fazem parte de um conjunto de 20 TUEs, adquiridos pelo Governo do Ceará da empresa italiana Ansaldo Breda para operar na Linha Sul do Metrô de Fortaleza. O Estado investiu R$ 240 milhões na compra dos 20 trens.

Acompanhe as fotos divulgadas pelo secretário Ferrúcio Feitosa, via Twitter.

Apelo
Durante entrevista coletiva, o governador Cid Gomes falou sobre paralisações e ameaças de greve no serviço público estadual. Ele aproveitou o contato com imprensa para fazer um apelo aos servidores.

Acompanhe a reportagem exibida no Jornal Jangadeiro



2 comentários







2 comentários
Topo | Home


renato | sexta-feira junho 17 2011 | 21:00

é muito fácil seu governador pague o que nosso de direito que tenho certeza que não terá greve, ninguém tem culpa se você nao cumpre as leis federais é muito fácil se o estado não tem como pagar o piso salarial do magistério fale para a união que ela complementa. Só tem um detalhe vai passar um pente fino nessa administração medíocre e descobrir suas falcatruas.

Evalson Alves | sábado junho 18 2011 | 12:24

Governador que eu saiba a Assembléia Legislativa também não é uma empresa que da lucro, lá é conhecida como “A casa do povo”, então governador, como o senhor explica o aumento desse ano dos deputados estaduais de 61%.
Será que é porque lá onde o senhor pode ter apoio aos seus desmandos e descumprimentos de decisões superiores (STF) ao seu poder legal como a lei do piso nacional dos professores.

Não vamos abrir mão Governador, estamos esperando pacientemente por sua proposta, mas se ela não for uma proposta que cumpra a lei, dessa vez vamos até o fim.