Bastidores, Dilma no Ceará
Atualizado em: 26/02/2012 - 11:11 pm

Dilma com Cid Gomes e Luizianne Lins ainda no período das eleições de 2010

O governador Cid Gomes (PSB) e a prefeita Luizianne Lins (PT) podem protagonizar mais um capítulo na polêmica sobre o possível rompimento da aliança nesta segunda-feira (27) durante a visita da presidente Dilma Rousseff (PT) ao Ceará. Os dois negam a crise. Mas a ausência de qualquer confirmação de que os dois estarão, juntos, ao lado de Dilma, só aumenta a polêmica.

O assunto ganhou espaço em colunas do Jornal O Globo e da revista Veja. É que após passar por Maracanaú e Caucaia, Dilma incluiu evento em Fortaleza na agenda.Ao lado da prefeita Luizianne Lins (PT) e já sem a companhia de Cid Gomes, a presidente visita o Mirante Rosa dos Ventos na comunidade do Coqueirinho e as obras do Conjunto Vila do Mar III no bairro Cristo Redentor. Durante toda a passagem de Dilma, não existe previsão de que Cid e Luizianne dividam o mesmo palanque.

Veja aqui:
O passo a passo na programação da agenda de Dilma Rousseff no Ceará

Cid x Luizianne
Conforme antecipamos aqui na coluna PolitiKa, o governador Cid Gomes anunciou que terá outro compromisso na agenda (vai passar dez dias no exterior) e que por este motivo não acompanhará a presidente Dilma na passagem por Fortaleza. Consequentemente não dividirá o palanque da solenidade com a prefeita Luizianne Lins.

A prefeita Luizianne Lins, no entando, foi convidada para acompanhar a comitiva presidencial na viagem teste da linha do metrofor em Maracanaú e no almoço que será oferecido por Cid Gomes à presidente Dilma em um hotel no município de Aquiraz.

Sem rompimento
Em público, Cid Gomes defende a manutenção da parceria que reelegeu a petista para comandar a prefeitura da capital “desde que” o PT apresente um nome que reúna as “qualidades” que o socialista avalia como fundamentais para o candidato.

Veja
Mas em meio a crise enfatizada pelas declarações do senador José Pimentel (PT), nas últimas semanas, a revista Veja que chegou as bancas de todo o país neste domingo (26) afirma que o governador Cid Gomes bateu o martelo e só aceita apoiar o PT se o indicado for o secretário das Cidades, Camilo Santana. Segundo a Veja, Luizianne Lins rejeita a ideia e prefere a realização de prévias para a escolha do candidato.

A revista ainda define a aliança entre PT e PSB, em Fortaleza, como uma relação que oscila entre o “ódio e amor” e diz que o evento na capital cearense foi marcado “às pressas” uma vez que o governador e a prefeita teriam recusado dividir o mesmo palanque.

Veja o vídeo:
“A mim, parece uma declaração de guerra”, diz Cid sobre declarações dePimentel

Leia ainda:
Cid diz que senador Pimentel “declarou guerra” ao mentir 
Cid x Pimentel: secretários usam redes sociais para criticar senador petista

Rota de colisão – O Globo
Já com o título de “Rota de Colisão”, o colunista Ilimar Franco, do jornal O Globo, lembra que Dilma chega ao Ceará “em meio ao bate-boca” causado pelo senador José Pimentel. Leia a nota na íntegra:

“A presidente Dilma chega a Fortaleza na segunda-feira em meio a um bate-boca entre PT e PSB. A confusão começou quando o senador José Pimentel (PT-CE) declarou que o estado estaria devolvendo recursos do PAC e do “Minha Casa, Minha Vida” por falta de projeto. O governador Cid Gomes (PSB) rebateu. Na última visita de Dilma ao Ceará, no início do mês, ela e o governador se desentenderam por causa de investimentos federais.”

Com informações do O Globo e da Veja.com



0 comentários







0 comentários
Topo | Home