Ceará
Atualizado em: 30/03/2020 - 8:00 am

Queiroz Filho é o presidente da Comissões de Educação da AL no Ceará. Foto: AL

Os presidentes das comissões de Educação das assembleias legislativas dos estados do Ceará, Paraná, Roraima, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Minas Gerais, Paraíba, Mato Grosso, Rio de Janeiro e Mato Grosso do Sul soltaram nota ao público defendendo a manutenção da suspensão das aulas escolares presenciais da rede de ensino pública, seguindo as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A nota ressalta a necessidade da proteção e responsabilidade com alunos, professores e servidores que colaboram com a educação, em virtude da pandemia do coronavírus, uma vez que as vidas humanas são prioridade neste momento.

O presidente do colegiado da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Queiroz Filho (PDT), frisou que, desde a última terça-feira (25/03), os presidentes das comissões de todo o Brasil estão em contato, por meio de um grupo de aplicativo, discutindo sobre a educação brasileira diante da suspensão das aulas presenciais.

“Resolvemos fazer essa nota diante do pronunciamento do presidente da República, pois 11 comissões já reforçaram a importância da suspensão das aulas neste momento. Claro que isso será recuperado quando possível, mas é a forma que defendemos de proteger a comunidade escolar”, salientou.

Soluções
Queiroz Filho acrescentou ainda que os parlamentares continuam buscando soluções para que a merenda escolar não deixe de ser fornecida aos alunos da rede pública, apesar da suspensão das aulas presenciais. “Muitos estudantes dependem daquela refeição, por isso a importância de mantê-las. Já a suspensão das aulas deve continuar justamente para evitarmos o avanço mais rápido da pandemia, dando sustentação e apoio para aqueles pacientes que venham a precisar dos hospitais”, pontuou.

Com informações da AL



Comment closed







Comment closed
Topo | Home


Comments are closed.