Em Brasília
Atualizado em: 27/07/2013 - 11:19 am

Deputado cearense que alterar a "Timemania" para ajudar times de futebol

Deputado cearense que alterar a “Timemania” para ajudar times de futebol

A Câmara Federal analisa o projeto de Lei 5201/13, de autoria do deputado cearense André Figueiredo (PDT), que altera regras do concurso Timemania e autoriza a renegociação das dívidas dos clubes de futebol participantes.

A proposta isenta de Imposto de Renda o prêmio da Timemania, modifica a destinação dos valores arrecadados e institui apostas on-line.

Loteria
Criada pela Lei 11.345/06 a Timemania é um concurso de prognóstico (loteria) realizado pela Caixa Econômica Federal, onde o objetivo é ajudar os clubes participantes a pagarem as suas dívidas com o governo brasileiro,

O que diz o projeto?
O objetivo da proposta é tornar a Timemania mais atraente para os apostadores e aumentar a capacidade de pagamento das entidades desportivas de suas dívidas fiscais com a União. Pelo texto, o total dos recursos arrecadados com a realização do concurso terá a seguinte destinação: 46%, livres de Impostos de Renda, serão destinados para o valor do prêmio; 27% para remuneração das entidades de futebol que cederem os direitos de uso de suas denominações, escudos, marcas, emblemas, hinos ou símbolos para divulgação e execução do concurso; 15% para o custeio e manutenção do serviço. O restante das destinações previstas na lei atual são mantidas na proposta.

Estudo
O deputado apresenta estudo da Caixa Econômica Federal que mostra que, com um modelo isento do Imposto de Renda, o prêmio seria incrementado em 15,62%. “Esse aumento significativo na premiação refletiria diretamente no desempenho da Timemania, gerando mais atratividade para o produto e estimulando as vendas, com o consequente aumento dos repasses feitos aos clubes”, diz o estudo.

Fenaclubes
Atualmente, 3% do total dos recursos arrecadados com a realização do concurso vão para o Ministério do Esporte, sendo que 1/3 vai para as ações dos clubes sociais, de acordo com os projetos aprovados pela Confederação Brasileira de Clubes (CBC). O projeto de Figueiredo mantém esses percentuais, mas transfere o repasse da CBC para a Federação Nacional dos Clubes Esportivos (Fenaclubes).

A ideia, segundo André Figueiredo, é atingir um número mais representativo de clubes esportivos sociais, “uma vez que a Fenaclubes foi reconhecida pelo Ministério do Trabalho como entidade sindical de grau superior”.

Renegociação de dívidas
A proposta, ainda, propõe que a Secretaria da Receita Previdenciária, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a Secretaria da Receita Federal, a Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ficarão autorizados a reduzir em até 90% os valores das multas e dos juros aplicados aos respectivos créditos de que são titulares. Caso seja descumprida a obrigação, a entidade desportiva fica inadimplente de receber novos incentivos fiscais, no âmbito federal, pelo prazo de até cinco anos.

Apostas online
Segundo a proposta, a Caixa fará propaganda da Timemania em página exclusivamente criada para isso, na qual será possível realizar apostas online. “Acreditamos que isso também pode promover efeito positivo nas vendas do produto”, justifica.

Tramitação
A proposta será analisada pelas comissões de Turismo e Desporto; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em seguida, será votada pelo Plenário da Câmara Federal.

Com informações da Agência Câmara



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.