ALEC, Greve
Atualizado em: 31/08/2011 - 5:07 pm

A greve dos professores da rede estadual de ensino completa 26 dias nesta quarta-feira (31). Na Assembleia Legislativa, a polêmica gira em torno do Plano de Cargos e Salários da categoria. Durante as discussões, os parlamentares criticaram supostas declarações de Cid Gomes contra a categoria.

O deputado Roberto Mesquita levou o assunto para a tribuna e reafirmou declarações atribuídas ao governador. Segundo ele, Cid afirmou que “quem dá aula, faz isso por gosto e não por salário e que se os professores que querem ganhar melhor deveriam pedir demissão e seguir para a rede privada de ensino”.

Assista à matéria do Jornal Jangadeiro – 2ª Edição:



3 comentários







3 comentários
Topo | Home


danilo | quarta-feira agosto 31 2011 | 17:35

Interessante que o Cid disse que aguardava sair o acórdão para implementar a lei do piso, e agora que saiu o acórdão o que ele ta esperando? Chame ja a categoria pra negociar Sr governador e saia da ilegalidade. Ora se o governo desobedece uma lei, abre precedente para que a população tambem faça o mesmo!!

Eduardo | quarta-feira agosto 31 2011 | 21:10

Parabéns ao Deputado Roberto Mesquita por ter levado o assunto à tribuna. Parabéns também ao Deputado Heitor Ferer pela colocações certeiras, que muitas vezes o Governo tenta abafar!
Lamentável a posição do Deputado e líder do governo Antônio Carlos ao tentar “tapar o sol com a peneira”. O Governo pediu a ilegalidade (e obteve). Que tentativa de negociação é essa? Além do amis, se para o Deputado tudo esta indo bem no sentido de negociar eu pergunto quanto ele vai contribuir em dinheiro para pagar a multa pela continuidade da greve, se essa liminar ridícula e sem argmentos sérios, não for derrubada logo??? Se fosse em outras época, o PT se ergueria em defesa dos professores contra o governo, ams agora o importante parece ser manter “a aliança”.

rogerio | quarta-feira agosto 31 2011 | 21:43

Quem não cumpre a lei é bandido ou neste país, bandidos são apenas marginais periféricos? É óbvio que não, cumprimos fielmente nossas responsabilidades trabalhistas e cidadãs enquanto esses representantes fuleragem riem da nossa cara!!! Esse piso dos professores virou lenda nesse país sem lei!!!!






You must be logged in to post a comment.