Ceará
Atualizado em: 16/03/2012 - 8:53 pm

Deputado Fernando Hugo (PSDB) na Tribuna da AL

O deputado Fernando Hugo (PSDB) abriu o debate, em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa nesta sexta-feira (16/03), ao comentar os 25 anos do período que ficou conhecido na história do Ceará como a “Era Tasso”. Segundo o deputado, em 1987, quando Tasso elegeu-se governador do Estado “começava no Ceará o período mudancista, com uma visão administrativa de pulso forte, proibindo a prevaricação e o peculato que existia”.

Conforme Fernando Hugo, uma das grandes iniciativas de Tasso foi reestruturar a máquina pública. “Antes do governo dele, tinha secretaria que nem cadastro possuía”, assinalou. Ele acrescentou que o ex-governador tucano fez com que “a folha de pagamento dos servidores fosse paga sem o atraso de seis meses, como ocorria antes”.

Na área de saúde, conforme ele, Tasso criou a estrutura do Hospital Waldemar Alcântara, a maternidade do Hospital César Cals e fez toda reestruturação administrativa do Hospital Geral de Fortaleza (HGF). O deputado também lembrou que Tasso se dedicou à construção de uma infraestrutura abrangendo o porto do Pecém, o Castanhão e o Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Agentes de Saúde
Em aparte, o deputado Roberto Mesquita (PV) disse que “tivemos a sorte de eleger Tasso para governador do Ceará”. Segundo ele, o ex-governador também criou os agentes de saúde. “Importante citar que ele quebrou o paradigma de que a máquina pública deveria ser ineficiente, onerosa e pesada. Tasso fez com que a máquina servisse à população com mais qualidade”, observou. O parlamentar acrescentou que Tasso também foi responsável por elevar a autoestima do povo do Ceará. “Até a imagem do nosso Estado mudou”, frisou.

Continuidade
O deputado Sérgio Aguiar (PSB), vice líder do governo Cid Gomes (PSB), ressaltou que “Tasso é um grande ícone da política mudancista do Estado”. Para ele, “não há nenhum demérito em fazer com projetos sociais bem utilizados na “Era Tasso” tenham continuidade no atual Governo”.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.