-->




Eleições 2012
Atualizado em: 17/04/2012 - 2:41 pm

Alexandre Pereira e Roberto Freire, respectivamente presidente estadual e nacional do PPS Foto: Kézya Diniz

O Diretório Nacional do Partido Popular Socialista (PPS) aprovou sua resolução para às eleições de 2012 em que estabelece normas para a escolha de candidatos e/ou coligações. O documento, assinado pelo deputado federal Roberto Freire, presidente Nacional do PPS, ainda reforça a obrigação de barrar, na origem, candidatos com condenações ou que tenham “vida pregressa incompatível com a probidade administrativa e a moralidade pública”.

Convenções
Segundo a  decisão, as convenções eleitorais nos municípios para a escolha dos candidatos que irão concorrer a eleição de 7 de outubro de 2012 deverão ser realizadas entre os dias 10 e 30 de junho.

A convocação será feita pela Comissão Executiva Municipal ou Comissão Organizadora Municipal, por meio de edital, que será fixado na sede do Partido, no quadro de avisos do Cartório Eleitoral ou dos Cartórios Eleitorais do Município e no site do partido na internet, onde houver, respeitando a antecedência mínima de 8 (oito) dias.

Candidaturas
A inscrição de pré-candidatos(as) às eleições majoritárias e proporcionais poderá ser feita junto à Comissão Executiva ou Organizadora, até o início da Convenção, salvo se o órgão partidário que convocar a Convenção fixar prazo de antecedência.

Será exigida do(a) pré-candidato(a), no ato da inscrição, comprovação de estar em dia com sua contribuição financeira e o certificado de participação no Curso de Formação Política.

Leia ainda:
Ciro reafirma desejo de ser prefeito de Fortaleza e diz que Luizianne controla PT “como um coronel”      
PT decide que não fará prévias para escolha de candidato à sucessão de Luizianne 
      
Lúcio diz que existe “tendência” de aliança com PT. Capitão Wagner é pré-candidato do PR em Fortaleza 

“Quanto mais cabra, mais cabrito”, diz tucano sobre candidatura para eleições 2012 em Fortaleza      
PSB arrecada R$1,35 milhão com jantar de adesão

Ficha Limpa
Não poderá requerer o registro de candidatura a cargo público eletivo os filiados ao Partido Popular Socialista que tenham contra si condenação criminal ou por ato de improbidade administrativa na segunda instância de qualquer órgão colegiado do Poder Judiciário, bem como apresentar outras hipóteses de inelegibilidade que revelem vida pregressa incompatível com a probidade administrativa e a moralidade para exercício de mandato.

Alianças
As articulações políticas e as coligações deverão ser feitas, preferencialmente, dentro da política nacional de alianças do partido.

Com informações da Assessoria do PPS



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.