Partidos
Atualizado em: 11/06/2011 - 4:34 pm

Sérgio Novais, presidente do PSB em Fortaleza, ficou fora do encontro.

Representantes do diretório municipal do PSB de Fortaleza, ligados ao governador Cid Gomes, presidente do diretório estadual da sigla, decidiram se reunir para questionar as informações divulgadas pela deputada estadual Eliane Novais (PSB) de que seria pré-candidata da legenda para a disputa pela prefeitura de Fortaleza em 2012.

Leia ainda:
Eliane critica os “Ferreira Gomes” e diz que não quer apoio de Ciro em 2012
Cid Gomes reúne PSB para discutir estratégias eleitorais de 2012
Eliane Novais diz que definição sobre candidatura em Fortaleza cabe ao PSB municipal

Sem Eliane
O grupo diz que o diretório municipal não fechou questão sobre o nome de Eliane Novais para a disputa em Fortaleza.

“Não correspondem à realidade as diversas declarações, divulgadas através da imprensa, de que o PSB de Fortaleza deliberou pelo lançamento de nome para disputar a Prefeitura de Fortaleza, pois não houve qualquer decisão partidária da Executiva Municipal ou do Diretório Municipal do PSB de Fortaleza neste sentido”, diz a nota divulgada para a imprensa.

Racha
O diretório de Fortaleza é presidido por Sérgio Novais, irmão de Eliane, e que faz parte da chamada ala “histórica” do PSB. O grupo tem divergências com uma outra ala formada por aliados dos “Ferreira Gomes”. 

Nota
A insatisfação dos socialistas ligados a Cid Gomes foi consolidada em uma nota divulgada para a imprensa.

Assinaturas
Do Total de 30(trinta) membros efetivos do Diretório Municipal do PSB de Fortaleza, 19 (dezenove) assinam a Convocação, bem como o 1º Suplente do Diretório, José Elivalton Chaves e o Vereador de Fortaleza Elpídio Nogueira.

Do Total de 13(treze) membros titulares da Executiva Municipal do PSB de Fortaleza, 7 (sete) assinam a nota de convocação.

Confira a nota:
“CONVOCAÇÃO DO DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PSB DE FORTALEZA
Nós, que formamos a ampla maioria dos integrantes do Diretório Municipal de Fortaleza do Partido Socialista Brasileiro – PSB, cônscios dos nossos deveres partidários e

CONSIDERANDO: Que o compromisso do PSB com o projeto político em curso em Fortaleza, no Ceará e no país exige um amplo debate com as forças partidárias democráticas, populares e progressistas;

Que o lançamento de nomes de candidatos, sem um amplo debate, é confiscar do munícipe o direito de refletir sobre os rumos de nossa cidade, é negar-lhe o pleno exercício de sua cidadania, é querer torná-lo mero torcedor esportivo; subestimando sua capacidade de construir uma sociedade mais justa.

Que não correspondem à realidade as diversas declarações, divulgadas através da imprensa, de que o PSB de Fortaleza deliberou pelo lançamento de nome para disputar a Prefeitura de Fortaleza, pois não houve qualquer decisão partidária da Executiva Municipal ou do Diretório Municipal do PSB de Fortaleza neste sentido;

CONVOCAMOS, Todos os membros do Diretório Municipal de Fortaleza, para reunião do Diretório, às 19h do dia 20 de junho de 2011, na Sede Estadual do PSB/CE, na Rua Juvenal de Carvalho, nº 540, Bairro de Fátima, Fortaleza/CE, com esteio nos arts. 7º, alínea “a”; art.12, inciso II; art. 20; art. 27, alínea “f” do Estatuto do Partido Socialista Brasileiro c/c art. 7º do Regimento Interno do PSB, para tratar da seguinte pauta:

– O PSB de Fortaleza e as eleições municipais de 2012.
– A relação do PSB de Fortaleza com as demais instâncias partidárias.
– Contribuição política do PSB com os governos aliados.
– Organização do Congresso Municipal do PSB em 2011.
– Outros temas propostos e acatados pela plenária.

FORTALEZA(CE), 10 DE JUNHO DE 2011.”

Clique aqui para ver quais socialistas assinaram a nota.



2 comentários







2 comentários
Topo | Home


David | domingo junho 12 2011 | 08:51

Kezia…o grupo que assinou não é somente de pessoas ligadas politicamente ao Governador Cid Gomes

francisco claudio | terça-feira junho 14 2011 | 19:09

Engraçado é saber que o pessoas antes ligadas ao PSB historico, hoje mudaram delado para puxar o saco do governo.realmente etica e dignidade profissional nao ficou para todos