Ceará
Atualizado em: 09/10/2019 - 10:01 am

Elmano quer CPI para investigar emissão de diplomas em universidades particulares

O deputado estadual Elmano Freitas (PT) protocolou na última terça-feira (08), na Assembleia Legislativa, o pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as freqüentes irregularidades na emissão de diplomas de algumas faculdades particulares do Ceará.

Mais de 15 deputados já assinaram a proposta de CPI solicitada pelo parlamentar petista. Para instalação de uma CPI, são necessárias 12 assinaturas.

Palhano
O pedido de abertura dos trabalhos, segundo Elmano, ganhou força com a operação da Polícia Civil, semana passada, contra a venda de diplomas falsos de ensino superior, no município de Palhano. As investigações policiais apontaram que, pelo menos, 17 alunos foram prejudicados com diplomas falsos em Palhano.

“Nesse momento estamos reunindo um dossiê de casos denunciados ao nosso gabinete. Há denúncias em vários municípios, onde os alunos terminaram o curso e na hora de entregar o diploma descobriram que não tem validade. Tem casos no curso de Serviço Social (em várias cidades). Em Baturité, são turmas que concluíram o curso e não receberam o certificado. Chegou a hora de prestarmos esse serviço a população cearense. Vamos investigar com responsabilidade todas as denúncias que nos forem apresentadas”, ressaltou o deputado Elmano.

Apoio
Além deo dep. Elmano, assinaram o pedido de CPI os deputados: Evandro Leitão (PDT), Carlos Felipe (PCdoB), Acrísio Sena (PT), Audic Mota (PSB), Heitor Férrer (SD), Nelinho (PSDB), Marcos Sobreira (PDT), Gordim Araujo (Patriota), Tony Brito (Pros), Nizo costa (PSB), Guilherme Landim (PDT), Nezinho Farias (PDT), Fernando Santana (PT) e Jeová Mota (PDT).



Comment closed







Comment closed
Topo | Home


Comments are closed.