Dilma no Ceará
Atualizado em: 19/03/2014 - 4:21 pm

Em visita a Fortaleza, Dilma pede chuvas e se diz impressionada com o Eixão. Foto:  Roberto Stuckert Filho/PR

Em visita a Fortaleza, Dilma pede chuvas e se diz impressionada com o Eixão. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR

Na primeira etapa de seu périplo pelo Ceará, a presidente Dilma Rousseff fez uma alusão ao padroeiro do Estado nesta quarta-feira (19), durante discurso em solenidade em Fortaleza, e pediu chuvas para o Sudeste e o Centro-Oeste. 

A região, afetada pela estiagem, está no centro de uma disputa política entre São Paulo e Rio de Janeiro para o uso de recursos hídricos escassos. Ontem, o governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), foi a Brasília pedir à presidente autorização para captar água da bacia do rio federal Paraíba do Sul.

“Tenho certeza que hoje, comemorando o dia de São José, peço também que ele proteja um pouquinho o resto do Brasil, que, num lugar, chove muito, como em Rondônia, e, no outro lado, chove pouco, que é no caso do Sudeste e do Centro-Oeste”, disse a presidente, em tom descontraído.

Impressionada
Durante discurso, ao inaugurar o último trecho do Eixão das Águas, que fica no município de São Gonçalo do Amarante, Dilma não escondeu a surpresa diante da obra que teve um investimento de R$ 1,47 bilhão. “Eu fui lá, fiquei impressionada. Mas essa obra (…) garantia que, durante 30 anos, aqui nessa região, onde vive a maior parte da população urbana do estado, é algo estratégico para o estado do Ceará. Por isso, fico orgulhosa e quero enfatizar isso porque quero deixar clara avaliação do governo federal sobre essas obras e a qualidade da parceria que construímos aqui com o governo do Ceará”, ressaltou Dilma presidente.

Base aliada 
A presidente também dirigiu a senadores aliados cumprimentos durante sua fala. Destacou a atuação do líder do PMDB na Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), que chegou a ser alvo de controvérsia na atual crise do governo com sua base na Câmara.
Dilma chamou Eunício de “grande parceiro do governo”, ao lado do líder do governo no Congresso, senador José Pimentel (PT) e do senador Inácio Arruda (PC do B-CE).

Com informações da Folha.com



0 comentários







0 comentários
Topo | Home