Fortaleza, Greve
Atualizado em: 13/06/2011 - 10:56 pm

Enfermeiros e odontólogos do Programa Saúde da Família (PSF) de Fortaleza, em greve desde o dia 9 de maio, decidiram na tarde desta segunda-feira (13), acatar proposta de trégua de 24 horas formulada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

A informação foi prestada pela direção do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort) ao procurador regional do Trabalho Francisco Gérson Marques de Lima, que havia sugerido a trégua por parte dos trabalhadores para a retomada das negociações com o Município.

O Sindifort informou, ainda, que uma nova assembleia deverá ser realizada na terça-feira (14) para discutir propostas com a prefeitura de Fortaleza. Mesmo com a aprovação da trégua, a categoria informa que manterá “estado de greve”, podendo retomar a paralisação se as negociações não avançarem.

O MPT afirma que irá aguardar o resultado do diálogo entre as partes para decidir se será preciso agendar nova audiência de mediação. Os servidores reivindicam, principalmente, a correção no Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), melhores condições de trabalho e o fim da terceirização, mediante a realização de concurso público para o segmento.

Com informações do MPT



0 comentários







0 comentários
Topo | Home