Banheiros Fantasmas, Polêmica, Tribunais
Atualizado em: 07/10/2011 - 10:15 pm

Deputado Téo Menezes tenta esclarecer suposto envolvimento no escândalo dos banheiros. Foto: Weberte Lemos/ TV Jangadeiro

Após adiar três vezes o depoimento, o deputado Téo Menezes (PSDB) finalmente prestou esclarecimentos à Procuradoria Geral da Justiça, nesta sexta-feira (7), sobre o suposto envolvimento no esquema de desvio de verbas através da secretaria das Cidades, conhecido como o escândalo dos banheiros fantasmas.

Téo Menezes tentou esclarecer questões sobre o mandato parlamentar, as atividades que exerce na Assembleia Legislativa e as ações realizadas no interior do Ceará.

“Deixei bem claro aos promotores as indagações do envolvimento que estão querendo me vincular. Nenhum recurso da Secretaria foi liberado por mim para nenhuma entidade”, conclui o deputado.

De acordo com o Promotor Luiz Alcântara, o Ministério Público considera todos os depoimentos esclarecedores, mas avaliou que ainda “é necessário que o Bradesco forneça os documentos bancários” para que a investigação seja concluída”.

Leia ainda:
Banheiros Fantasmas: promotor diz que Bradesco sonega informações  

Denúncia
O deputado Téo Menezes teria sido um dos beneficiados, nas últimas eleições, com os desvios de recursos para construção de kits sanitários no interior do Ceará. De acordo com a denúncia, o deputado teve a campanha financiada por dinheiro oriundo desses desvios.

Banheiros Fantasmas
O Escândalo conhecido como o esquema dos “banheiros fantasmas” foi financiado com dinheiro desviado do Governo do Ceará, através da secretaria das Cidades. Empresas e prefeituras receberam dinheiro para a construção dos kits sanitários. As obras, no entanto, não saíram do papel.

Leia mais:
Escândalo dos Banheiros: Téo Menezes presta depoimento nesta sexta 
Téo Menezes adia pela segunda vez depoimento no caso do escândalo dos Banheiros 

Inspetoria do TCE responsabiliza 1º escalão da secretaria das Cidades e sugere devolução do dinheiro
Escândalo dos Banheiros: Veja qual a participação dos servidores exonerados, segundo a Secretaria das Cidades 
Banheiros Fantasmas: Camilo nega envolvimento mas exonera três servidores após sindicância  

Com informações do repórter Weberte Lemos



0 comentários







0 comentários
Topo | Home