Polêmica
Atualizado em: 23/10/2011 - 2:00 pm

Durante passagem por Fortaleza, o ministro Orlando Silva confraterniza com os secretários Evaldo Lima (sec. esporte de Fortaleza), Ferrúcio Feitosa (sec. especial da Copa) e o senador Inácio Arruda (PCdoB). Foto: Site do senador Inácio Arruda.

Nos últimos dois anos, prefeituras e secretarias municipais de Esporte controladas pelo partido estiveram entre as maiores beneficiadas por recursos do Segundo Tempo, criado para promover atividades físicas entre estudantes. A informação é do Jornal O Estado de S. Paulo com levantamento do site Contas Abertas.

No Ceará, filiados do PCdoB em Fortaleza e Sobral que controlam verbas do  programa Segundo Tempo estão entre os que receberam repasses mais altos do país.

O mapa de repasses do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, revela que o ministro Orlando Silva alimentou com verbas federais a rede de militantes que, nos últimos anos, o PCdoB instalou em postos-chave do nicho esportivo no setor público. Nos últimos dois anos, prefeituras e secretarias municipais de Esporte controladas pelo partido estiveram entre as maiores beneficiadas por recursos do Segundo Tempo, criado para promover atividades físicas entre estudantes.

Fortaleza
Militantes do PC do B também administram os recursos liberados pelo ministério em Goiânia (R$ 2,2 milhões) e Fortaleza (R$ 980 mil), duas capitais nas quais o partido conseguiu nomear os secretários de Esporte por causa de acordos com o PT, que governa as duas cidades. Na capital cearense, o secretário é suplente de vereador e professor de história; em Goiânia, advogado e dirigente partidário.

Informativo do Programa Segundo Tempo na cidade de Sobral

Sobral
Entre as prefeituras, de janeiro a outubro de 2011, a que recebeu o maior repasse per capita do Segundo Tempo foi a de Sobral (CE), cidade em que o coordenador do programa é um ex-candidato a vereador e dirigente municipal do PC do B. Foi quase R$ 1,5 milhão para uma população de cerca de 188 mil moradores, segundo levantamento do Contas Abertas, entidade especializada na análise de contas públicas.

Nada Casual
Segundo a reportagem, a presença de comunistas nas duas pontas do “esporteduto” não é casual: mesmo antes de fincar bandeira na Esplanada dos Ministérios, no governo Luiz Inácio Lula da Silva, o partido havia estabelecido como estratégia concentrar no setor esportivo praticamente todas as reivindicações de cargos nas esferas federal, estadual e municipal.

Com informações do Congresso em Foco.



2 comentários







2 comentários
Topo | Home


INACIO E AS ONGs | segunda-feira outubro 24 2011 | 08:00

NÃO FICOU NADA ESCLARECIDA AQUELA HISTORIA ANTIGA DO INACIO ARRUDA COM AS ONGs, AGORA DA PARA ENTENDER COMO É QUE FUNCIONAVA E FUNCIONA ATÉ HOJE.

Fernado Figali | segunda-feira outubro 24 2011 | 21:22

Ridículo o espetáculo circense que a mídia tenta imputar ao PCdoB e seus militantes. O desejo de atacar um governo que contraria interesses de grandes grupos empresariais e privilegia políticas públicas para os mais necessitados chega ao cúmulo de condenar gestores competentes com acusações infundadas. Ora, um gestor público que consegue ampliar a rede social de atendimento deve ser elogiado e não criticado, independente de partidos políticos. A população residente nas areas periféricas da cidade de Fortaleza sabem do excelente trabalho realizado pelo Secretário Municipal de Esportes de Fortaleza e pelo Secretário Especial da Copa. Parece até que não querem que a população mais carente tenha acesso a programas do Ministério do Esporte e que Fortaleza apareça em destaque no decorrer da realização da Copa do Mundo. Muito estranho este comportamento…