Lava Jato
Atualizado em: 29/08/2019 - 8:00 am

Fachin envia ao plenário discussão sobre alegações finais na Lava Jato. Foto: Valter Campanato/Agência Brasil/Agência Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin pediu na quarta-feira (28) que o plenário da Corte analise a ordem das alegações finais nos processos da Operação Lava Jato.

Com a decisão, Fachin, relator da operação no STF, quer que os onze ministros decidam a questão.

Na última terça (27), a Segunda Turma do STF decidiu que um réu tem direito de apresentar alegações finais e ser interrogado após os delatores do caso. Com a decisão, o colegiado anulou a sentença do ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil, Aldemir Bendine, em um dos processos da Lava Jato.

Por 3 votos a 1, a Turma entendeu que delatados devem se manifestar por último nas alegações finais, última fase antes da sentença. No processo de Bendine, delatados e delatores tiveram prazo simultâneo para se manifestarem.

E ainda
O processo no qual a questão das alegações é discutido envolve o ex-gerente da Petrobras Márcio de Almeida Ferreira, condenado na Lava Jato por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Para ser julgado pelo plenário, o caso precisa ser pautado pelo presidente do STF, Dias Toffoli. Não há data definida.

Com informações da Agência Brasil



Comment closed







Comment closed
Topo | Home


Comments are closed.