Congresso, Ficha Limpa
Atualizado em: 13/07/2011 - 6:30 pm

Plenário da Câmara Federal

Três deputados que tinham sido barrados pela Lei da Ficha Limpa tomaram posse nesta quarta-feira (13) na Câmara Federal. São eles: João Pizzolatti (PP/SC), Janete Capiberibe (PSB/AP) e Magda Moffato (PTB/GO). Nos três casos, os parlamentares tiveram as posses aceleradas após um ato administrativo aprovado na terça-feira (12).

Votos
Depois de muita polêmica, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a Lei da Ficha Limpa não tem validade para as eleições de 2010. Desta forma, os votos dos candidatos barrado pela Lei passaram a ser considerados válidos.

O Ato
O detalhe é que antes de cumprir as decisões judiciais, a Câmara vinha abrindo processos internos para dar a possibilidade ao deputado que sairia do cargo de apresentar uma defesa. Mas uma decisão aprovada na terça-feira (12) mudou o processo, determinando a troca automática assim que o comunicado da Justiça chegar ao Legislativo.

E mais
O deputado Nilson Leitão (PSDB/MT) não foi enquadrado pela Lei da Ficha Limpa, mas acabou se beneficiando da decisão. Isso porque os votos de Willian Dias (PTB/MT) foram considerados válidos e promoveram uma alteração no coeficiente eleitoral do Estado. Com a mudança, o deputado Ságuas Moraes (PT/MT) deixou o cargo, abrindo espaço para Nilson Leitão.



2 comentários







2 comentários
Topo | Home


Matheus | quinta-feira julho 14 2011 | 16:21

Então porque aprovaram essa lei b… o cidadão é tratado como um palhaço.

Fernando Basilio | quarta-feira agosto 3 2011 | 10:40

ô meu padim cícero… si o tar Lampão tivesse vivo num dexava isso cuntecê…. ia sangrá eles tudo!