Fortaleza
Atualizado em: 16/09/2013 - 7:19 am

Depois de ciclofaixa extra-oficial, Prefeitura implanta nova sinalização na rua Ana Bilhar. Foto: Reprodução do Facebook

Depois de ciclofaixa extra-oficial, Prefeitura implanta nova sinalização na rua Ana Bilhar. Foto: Reprodução do Facebook

A Prefeitura de Fortaleza inicia nesta segunda-feira (16) a implantação de ciclofaixa na Rua Ana Bilhar, entre os bairros Varjota e Meireles. A ação marca a abertura da Semana de Mobilidade.

Pra começar
A medida atende, ainda, à solicitação dos ciclistas e cumpre às diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana, que prioriza o transporte não motorizado. Inicialmente, apenas a Rua Ana Bilhar receberá a sinalização.

Extra-Oficial
No comecinho de Agosto, um grupo chamado Massa Crítica Fortaleza pintou uma ciclofaixa não-oficial na Rua Ana Bilhar. A ação foi rejeitada pela Prefeitura e a AMC, na época, apagou a faixa “principalmente, por não estar dentro dos padrões estabelecidos no Manual de Sinalização do Código de Trânsito Brasileiro”, segundo explicou o vice-presidente da Autarquia, Arcelino Lima.

Critérios
A ciclofaixa será unidirecional, com extensão de, aproximadamente, 2 km e largura total de 1,80m, localizada no lado direito e no mesmo sentido de circulação da via, conforme critérios técnicos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e estudos realizados previamente pela Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania (AMC).

Canuto de Aguiar
Após o término das obras de recapeamento da Rua Canuto de Aguiar, ela também vai receber a ciclofaixa, complementando o binário. A conclusão da pintura está prevista para o dia 20 de setembro.

Multa
Os motoristas flagrados trafegando pela ciclofaixa poderão ser autuados de acordo com o artigo 193 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que prevê punição gravíssima x 3 (R$ 574,62 + 7 pontos da CNH).

Estudo técnico
Como parte do estudo técnico realizado pela AMC, os binários Rui Barbosa e José Lourenço, Joaquim Nabuco e Oswaldo Cruz, Barbosa de Freitas e Leonardo Mota, Desembargador Leite Albuquerque e Torres Câmara também foram analisados.

O resultado da análise será considerado no Plano Diretor Cicloviário Integrado de Fortaleza, que fará um estudo mais amplo para identificar áreas que demandam manutenção e construção de ciclovias, ciclofaixa e bicicletários na cidade, além de regulamentar o uso destes espaços.

Com informações da Prefeitura



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.