Congresso
Atualizado em: 19/09/2011 - 2:13 pm

Voto secreto em plenário, uma proposta que não é de hoje.

Com assinaturas de 191 deputados, a Frente Parlamentar em Defesa do Voto Aberto será lançada na terça-feira (20), às 16h, no Salão Nobre da Câmara dos deputados, em Brasília. Um dos principais articuladores da frente, o deputado Ivan Valente (PSOL-SP) afirma que o objetivo é pressionar a Câmara a votar a proposta de emenda à Constituição que institui o voto aberto no Parlamento.

“A população tem o direito de saber como vota o seu parlamentar em relação a todas as matérias. Em nome do interesse público, da democracia, da transparência e do respeito à cidadania brasileira, não dá mais para prorrogar essa votação”, disse Ivan Valente.

Segundo o parlamentar paulista, a frente vai trabalhar para que o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), inclua na pauta de votação, em segundo turno, a PEC que institui o voto aberto. A proposta aguarda a votação em segundo turno desde setembro de 2006, quando foi aprovada em primeiro turno por unanimidade.

Leia ainda:
Proposta sobre fim das votações secretas no Plenário ganha apoio 

Foram convidados para o lançamento da frente representantes do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral, da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), entre outras entidades.

Com informações da Agência Brasil



0 comentários







0 comentários
Topo | Home