Greve
Atualizado em: 15/02/2013 - 8:01 am

O objetivo da mobilização é pressionar o prefeito Washington Góis e garantir que ele receba a categoria.

O objetivo da mobilização é pressionar o prefeito Washington Góis e garantir que ele receba a categoria.

Após uma tentativa de negociação com a prefeitura, os guardas municipais de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza, permanecem em greve e realizam acampamento em frente a sede do governo municipal. A mobilização acontece a partir das 9 horas desta sexta-feira (15). O objetivo da categoria é pressionar a administração e garantir a negociação direta em reunião com o prefeito de Caucaia, Washington Gois.

Mobilização
Segundo representantes da categoria, cerca de 70% do efetivo da Guarda Municipal deve participar do protesto contra a atitude do prefeito que, segundo os servidores, se nega a receber a categoria para estabelecer negociação.

Reivindicações
Entre as principais reivindicações estão a campanha salarial de 2013; melhores condições de trabalho e equipamentos; além do acesso a benefícios como auxílio transporte e alimentação. As diretrizes do Plano de Cargos, Carreiras e Salários também são alvos de contestações.

Assembleia
Durante a mobilização, prevista para começar às 9 horas da manhã, será realizada uma assembleia da categoria, em frente ao gabinete do prefeito Washington Gois. O objetivo é tentar estabelecer o diálogo com o governo, além de decidir os rumos da paralisação.

Prejuízos
A Guarda Municipal de Caucaia é responsável pela segurança patrimonial e também atua na segurança ostensiva e preventiva da população. A greve iniciada no período carnavalesco compromete a segurança do município e atinge também outros serviços como a prevenção de incidentes em hospitais públicos municipais e a proteção de prédios tombados pelo patrimônio histórico.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home