Ceará
Atualizado em: 29/07/2013 - 3:26 pm

Greve: Polícia Civil cruza os braços em Santa Catarina e faz paralisação em São Paulo

Greve: Polícia Civil cruza os braços em Santa Catarina e faz paralisação em São Paulo

A Polícia Civil de Santa Catarina entrou em greve por tempo indeterminado nesta segunda-feira (19). Integrantes da categoria reivindicam melhores condições de trabalho e aumento salarial. Em São Paulo, policiais civis paralisaram as atividades entre às 10h e o meio-dia.

Suspenso
Os policiais civis de Santa Catarina suspenderam os serviços das delegacias de polícia, inclusive das unidades especializadas, como as que emitem documentos de trânsito e realizam serviços relativos à fiscalização de jogos e diversões, informa o G1.

É greve!
“Nossa Luta é por uma segurança pública de qualidade para todos os cidadãos catarinenses e visitantes deste estado, onde a valorização dos policiais seja prioridade”, diz nota publicada no site do Sindicato dos Policiais Civis de Santa Catarina (Sinpol-SC), que anunciou no domingo (28), oficialmente, a greve. Conforme a lei, a classe promete manter atendimento com 30% do efetivo para casos julgados como graves.

São Paulo
Já as delegacias de São Paulo permanecem de portas abertas, mas, entre 10h e 12h, a população não recebeu atendimento. A ação, chamada de “Operação Blecaute”, está sendo promovida pela Associação dos Delegados de Polícia de São Paulo (ADPESP), que ameaça entrar em greve também se as reivindicações dos profissionais não forem alcançadas.

Em comunicado divulgado no site da ADPESP, a associação critica a alegada “usurpação” das funções da Polícia Civil pela Polícia Militar e considera que a instituição é “humilhada” pelo Ministério Público.

Salários
Segundo a presidente da ADPESP, Marilda Parsonato Pinheiro, os delegados de São Paulo ganham, em média, R$ 5 mil, enquanto que os do Paraná ganhariam em torno de R$ 15 mil. De acordo com o Governo do Estado de São Paulo, a categoria recebeu 30% de aumento salarial nos últimos dois anos.

Com informações do O Globo e do G1



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.