Em Brasília
Atualizado em: 18/06/2012 - 11:18 am

Motoristas de ônibus de Fortaleza entram em greve a partir desta terça-feira (19)

Com a deflagração de greves nos transportes públicos em diversas cidades do país, o tema será debatido em audiência pública nesta terça-feira (19), às 14h30 na Câmara dos Deputados.

A Comissão de Desenvolvimento Urbano (CDU) realiza audiência para discutir a situação das capitais e regiões metropolitanas que têm enfrentado greve dos meios de transporte público. A iniciativa é do presidente da Comissão, deputado federal Domingos Neto (PSB-CE).

Para o deputado Domingos Neto, o transporte público é essencial para mitigar o caos urbano causado pelo uso irrestrito do transporte individual e é um das importantes atribuições da Comissão de Desenvolvimento Urbano. O transporte público de qualidade é um dos maiores desafios dos centros urbanos e os transtornos diários relacionados à mobilidade urbana são agravados pelas constantes paralisações dos trabalhadores. “Temos visto nas greves uma crise do transporte urbano em todo o país, é necessário esse debate para que essa Comissão possa fazer parte e conhecer a fundo onde estão os problemas e buscar soluções”, explicou o deputado.

Convidados
Foram convidados para o debate: Representante do Ministério das Cidades; Sr. Rômulo dos Santos Fortes, Presidente da Cia Cearense de Transporte Metropolitanos (METROFOR); Representante da Associação Nacional dos Transportes sobre Trilhos (ANPTrilhos); Sr. Maurício Antônio Ribeiro Lopes, Promotor de Justiça e Secretário-Executivo da Promotoria de Habitação e Urbanismo do Ministério Público de São Paulo; Sr. Gilberto  Nonaka, Promotor de Justiça e Secretário-Executivo da Promotoria do Consumidor do Ministério Público de São Paulo; Sr. Paulo Roberto Veneziani Pasin, Presidente da Federação Nacional dos Metroviários (FENAMETRO); Representante da Associação Nacional das Empresas de Transporte Urbano (NTU); Sr. Salaciel Fabrício Vilela, Secretário Geral adjunto da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

 



0 comentários







0 comentários
Topo | Home