Pesquisa
Atualizado em: 04/10/2011 - 1:35 pm

Congresso e políticos têm o pior índice de confiabilidade, segundo Ibope

Bombeiros, Igrejas e Forças Armadas são as instituições com melhor avaliação. Em meio às denúncias de casos de corrupção que dominam o noticiário, a população brasileira indica que confia menos em partidos políticos e no Congresso Nacional do que em 16 instituições, segundo o Índice de Confiança Social, elaborado pelo Ibope Inteligência, divulgado ontem.

A polícia, escolas públicas e Forças Armadas são mais confiáveis do que as instituições políticas. Numa escala de zero a cem, os partidos políticos obtiveram a pior nota (28); os bombeiros tiveram a melhor (86), pela terceira vez consecutiva.

Pesquisa
A pesquisa é feita anualmente desde 2009. Os entrevistados são perguntados sobre grupos como a família e amigos e sobre empresas. Na composição do índice, há uma escala de quatro pontos, em que é possível o entrevistado avaliar cada ponto com “muita confiança, alguma confiança, quase nenhuma confiança ou nenhuma confiança”.

Foram entrevistadas 2.002 pessoas; 18 instituições e quatro grupos sociais foram avaliados.

Presidente
A instituição Presidente da República obteve índice de 66 pontos em 2009, passou para 69 em 2010 e, em 2011, caiu para 60. Embora tenha diminuído, o índice é muito superior ao do Congresso Nacional (35) e dos partidos políticos (28).

Menos
Com menos pontos do que os bombeiros, aparecem as Igrejas e as Forças Armadas, ambas com 72 pontos. De acordo com o índice, a população brasileira está menos confiante no sistema público de Saúde, nas escolas públicas e nos meios de comunicação.

Mais
O grupo social de maior confiança é a família (90), seguido de amigos (68), cidadãos (60) e vizinhos (59). Na análise dos três anos, a instituição sistema público de Saúde foi a que apresentou maior queda (de 49 pontos, em 2009, para 47, em 2010, e 41 este ano), seguida por escolas públicas (tinham 62, passaram para 60 em 2010 e obtiveram 55 este ano) e meios de comunicação (de 71 pontos, em 2009, chegaram a 67 no ano passado e, agora, atingiram 65 pontos).

Fonte: Congresso em Foco



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.