Pesquisa
Atualizado em: 25/07/2013 - 6:09 pm

Ibope/CNI: Popularidade do governo Dilma cai 24 pontos percentuais em um mês.Foto: Agência Brasil

Ibope/CNI: Popularidade do governo Dilma cai 24 pontos percentuais em um mês.Foto: Agência Brasil

As reações da presidente Dilma Rousseff às manifestações de rua ainda não geraram impacto na sua popularidade. A avaliação da população ao seu governo caiu 24 pontos percentuais no período de um mês, depois das manifestações de rua, que são apoiadas por nove em cada dez brasileiros (89%). As informações são de pesquisa realizada pelo Ibope, por encomenda da CNI (Confederação Nacional da Indústria).

Veja o relatório da pesquisa aqui.

Zero
A queda na avaliação do governo já considera toda as reações do Palácio do Planalto e do Congresso aos protestos que tomaram as ruas das principais cidades brasileiras ao longo do mês de junho. Essas reações também foram analisadas na pesquisa. Conforme o levantamento, 31% dos entrevistados deram nota “zero” para as reações da presidente Dilma às reivindicações.

Período
A pesquisa foi realizada entre os dias 9 e 12 deste mês. Portanto, captou tanto as propostas apresentadas publicamente pela presidente Dilma em reação às manifestações, assim como a agenda positiva lançada pelo Congresso e o lançamento do programa “Mais Médicos” pelo governo federal.

Comparando
Na última pesquisa CNI/Ibope, divulgada no dia 19 de junho, as entrevistas foram realizadas entre os dias 8 e 11 daquele mês – antes, portanto, do início das manifestações mais fortes pelo país. Ainda assim, a presidente Dilma já sofria com queda na popularidade. A avaliação positiva de sua administração caíra de 63% para 55%. Agora, aqueles que consideram o governo Dilma “ótimo” ou “bom” são 31%.

Modo de governar
Em relação à avaliação do modo de governar da presidente, que representa uma avaliação pessoal sobre Dilma, a queda foi ligeiramente maior. Ela recuou de 71% de avaliação positiva para 45%, no intervalo de um mês. Agora, pela primeira vez, o percentual de brasileiros que desaprovam seu modo de governar (49%) é maior do que aqueles que o aprovam.

Confiança
O levantamento também mostra que metade (50%) dos entrevistados não confiam na presidente Dilma Rousseff. Na pesquisa anterior, esse percentual era de 28%. Outro dado é que apenas 10% consideram seu governo melhor do que o do ex-presidente Lula.

Mensalão
Os números da pesquisa mostram que os níveis de aprovação do governo e da presidente, assim como o nível de confiança em Dilma, são os mais baixos desde o auge do escândalo do mensalão, no segundo semestre de 2005. O percentual de avaliação positiva do governo Lula na ocasião era de 29%, conforme as pesquisas CNI/Ibope feitas em setembro e dezembro de 2005. Agora, a avaliação positiva da gestão Dilma é de 31%. Em relação à confiança no presidente, o percentual de Lula na época do mensalão variou entre 44% e 43%. Agora, Dilma tem a confiança de 45% dos brasileiros.

FHC
Apesar dos números semelhantes ao do período do mensalão, os percentuais em relação a Dilma continuam sendo superiores, com folga, aos números de Fernando Henrique Cardoso em seu segundo mandato.

Ficha técnica
A pesquisa CNI/Ibope entrevistou 7.686 pessoas com mais de 16 anos de idade, em 434 municípios. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Em relação à pesquisa sobre o Dilma, os entrevistados foram 2.002, para que fosse mantido o mesmo padrão estatístico das pesquisas anteriores.

Com informações da Folha.com



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.