Serviço
Atualizado em: 04/12/2011 - 2:23 pm

As mulheres representam 49,3% dos empreendedores brasileiros, segundo pesquisa de 2010 da Global Entrepreneurship Monitor (GEM), entidade que pesquisa índices de empreendedorismo mundial. Para valorizar o perfil feminino de quem transformou o sonho em realidade e passou a gerir um negócio de sucesso é foi criado o Prêmio Sebrae Mulheres de Negócios. As inscrições se encerram na segunda-feira (5).

O objetivo do prêmio é mostrar experiências vencedoras e usar essas histórias como motivadoras de outros sucessos. Casos como o da empresária Patrícia Paz, de Roraima, sócia proprietária da empresa Moura e Paz – Soluções Ambientais, que trabalha com a destinação de resíduos químicos, lixo hospitalar e combustíveis. Ela conquistou o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios edição 2010/2011 e foi indicada pela instituição para concorrer ao prêmio da Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento (UNCTAD). Escolhida entre as dez finalistas, ela estará na cidade de Doha, no Qatar, em abril de 2012, para acompanhar a escolha das ganhadoras.

Como?
As inscrições para o Prêmio Sebrae Mulher de Negócio edição 2011/2012 podem ser feitas pelo site www.mulheresdenegocio.sebrae.com.br. As participantes devem ter mais de 18 anos de idade e estar à frente de uma micro ou pequena empresa formalizada. Cada uma deve contar sua trajetória profissional e pessoal num texto escrito à mão, com no máximo 100 linhas, dando ênfase a questões como a criação do negócio, o desenvolvimento e os resultados obtidos.

Categorias
A premiação é feita em duas categorias. A de pequenos negócios contempla proprietárias de micro e pequenas empresas, incluindo produtoras rurais estabelecidas formalmente há pelo menos um ano. Já na categoria de negócios coletivos, a empresária deve fazer parte de grupos de produção formal, como cooperativas e associações que tenham geração de trabalho e renda.

A primeira fase da premiação é estadual, quando serão escolhidos os 54 melhores exemplos de cada categoria para a disputa nacional. A avaliação das histórias é feita por uma comissão julgadora, que leva em conta critérios como superação da discriminação contra a mulher, visão de futuro, idéias inovadoras, participação ativa, relacionamento com clientes, resultados obtidos e contribuições para o desenvolvimento de outras ações empreendedoras. As autoras dos relatos recebem certificado, troféu, selo de vencedora e curso de capacitação.

Na fase nacional, os 54 relatos serão julgados por outra comissão. Dez mulheres serão premiadas com troféu de bronze, oito com troféu de prata e as duas melhores narrativas – uma em cada categoria – vencem o Mulher de Negócios. Quem receber troféu ouro e prata conquista uma viagem nacional com direito a um curso de capacitação. As duas vencedoras nacionais ganham uma viagem ao exterior para conhecer centros de referência em empreendedorismo.

Serviço
Agência Sebrae de Notícias: (61) 3243-7852/ 2107- 9104/ 3243-7851/ 9977-9529
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800

Fonte: Fiec Online



0 comentários







0 comentários
Topo | Home