Fortaleza
Atualizado em: 22/08/2013 - 2:10 pm

Ativistas se acorrentaram as árvores do Parque para resistir a nova tentativa de desocupação

Ativistas se acorrentaram as árvores do Parque para resistir a nova tentativa de desocupação

A juíza Joriza Pinheiro, da 9ª Vara da Fazenda Pública, mandou recolher os mandados que autorizavam a desocupação da área ocupada por manifestantes no Parque do Cocó. A medida foi tomada após apelo de vereadores de oposição e de representantes do Ministério Público Federal que foram até o acampamento para intermediar e tentar evitar a nova tentativa de retirada do grupo.

Veja aqui:
Oficiais de Justiça notificam acampados no Cocó; Manifestantes prometem resistir

Suspenso
Com a nova decisão da juíza, que havia autorizado na quarta-feira (21) o uso de força Policial,  a operação de reintegração do terreno fica suspensa até uma nova ordem da Justiça.  A Prefeitura de Fortaleza pretende erguer dois viadutos entre as avenidas Engenheiro Santana Júnior e Antonio Sales, na área do Parque do Cocó.

Leia ainda:
Justiça Federal volta a suspender obra de viadutos no Cocó
Justiça autoriza desocupação do Parque do Cocó com força policial
MPF diz que juíza não tem competência para decidir sobre ocupação no Cocó

Sábia
De acordo com o procurador da República, Oscar Costa Filho, a juíza do Ceará acatou o pedido enquanto aguarda uma manifestação da Advocacia Geral da União. “Ela (Joriza) decidiu ouvir a Advocacia Geral da União sobre a ação. Foi uma decisão muito sábia, porque o terreno é da União. O Estado usa o parque como amante: usa, mas não assume”, disse o procurador que foi bastante festejado pelos manifestantes.

Resistência
Ativistas se acorrentaram as árvores do Parque para resistir a nova tentativa de desocupação. O clima de tensão começou com a chegada dos oficiais de justiça, por volta das 7h30 da manhã, e só terminou com a decisão de recolher os mandados, perto das 12h30.

Choque
Policiais do Batalhão de Choque estiveram na área, prontos para iniciar a operação de retirada dos manifestantes. O trânsito chegou a ser interrompido e o comércio local fechou as portas.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.