Ceará
Atualizado em: 10/06/2011 - 3:23 pm

Prefeito de Senador Pompeu e mais 27 pessoas tiveram os bens bloqueados

A Justiça do Ceará determinou o bloqueio dos bens do prefeito de Senador Pompeu, no Sertão Central cearense, Antônio Teixeira de Oliveira e de mais 27 pessoas e três empresas por suspeita de desvio de verba pública.

A decisão do juiz titular do município, Fernando de Souza Vicente, ainda cabe recurso. O magistrado acatou ação do Ministério Público que investiga o desvio de R$ 2,6 milhões dos cofres públicos.

Improbidade
Estão na lista do Ministério Público Antônio Teixeira de Oliveira, prefeito de Senador Pompeu; o vice-prefeito Luiz Flávio de Carvalho; o vereador Tárcito Francisco de Lima, vice-presidente da Câmara Municipal; os secretários Miguel Alves de Almeida, Antônia Eremita Teixeira de Oliveira – que também é irmã do prefeito.

“Moraizinho”
Além desses, constam na lista os nomes de Francisco Adriano Costa Sousa, Lígia Gardênia Magalhães de Brito, Luzia Lucélia Saraiva Ribeiro, José Dalvanir Bezerra de Almeida; a servidora Ayla Maria Jorge Holanda, o chefe da Comissão Permanente de Licitação, Paulo Antônio Nogueira Júnior, além do “Moraizinho”, como é conhecido o empresário Raimundo Morais Filho, que já havia sido preso pela Polícia Federal, em 2010.

As empresas “Daruma Construções e Empreendimentos Limitada”, “Prátika Incorporações Limitada” e “Falcon Construtora e Serviços Limitada” também tiveram o bloqueio financeiro decretado pelo judiciário.

Outros crimes
Além da Ação Civil que apura o crime de improbidade administrativa, o prefeito de Senador Pompeu também responde no Tribunal de Justiça do Ceará por crime de lavagem de dinheiro, ocultação de bens e valores, peculato, falsidade ideológica e formação de quadrilha

Com informações do Diário do Nordeste e do Tribunal de Justiça do Ceará



12 comentários







12 comentários
Topo | Home


Diego | sábado junho 11 2011 | 06:41

Agora sim, o respaldo da dignidade da Justiça do Ceará mostra sua força perante aos Ladrões e corruptos que atrofiam o municipio Senador Pompeu!
Ainda está faltando a CADEIA para este e os outros de seu Bando!

FORA LADRÃOOOO!!!

francisco vitoriano de oliveira | domingo junho 12 2011 | 15:55

não é bloquear os bens voltar todo dinheiro publico, desviado e depois todos pagarem na prisão pelo mesmo o tempo em que trabalhava nesta prefeitura.

Marlon Andrade | quarta-feira junho 15 2011 | 16:08

Fonte? Como diz o próprio prefeito, engraçado os “Jornais” publicam a notícia, mas não tem a prova. Onde está comprovado que a Justiça bloqueou os bens do prefeito? O outro candidato do outro partido, tá lá andando de carro importado zero, comprou uma casa com piscina e até ofurô, comprou um motel, construiu uma casa de shows onde vai levar Ivete Sangalo em Agosto, e ninguém viu de onde veio este dinheiro? Deviam vir aqui investigar esse aí. Tudo isso não passa de perseguição política.

Veridiano Oliveira | segunda-feira junho 20 2011 | 20:46

Se foram investigados – descobriram – se descobriram – tem que ver o quê – se viram – tem que bloquear – se bloqueou – tem que prender!!! Fonte? Como diz o próprio prefeito, engraçado os “Jornais” publicam a notícia, mas não tem a prova. A fonte que os jornais falam meu caro, é O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO CEARÁ… mas vamos ver no que vai dá né? Parabéns Ministério Público Cearense!!!

oscar | segunda-feira junho 20 2011 | 22:23

calem a boca bando de desinformados, se baseiam em sua pequena cultura através de matérias manipulativas como massa de manobras. Todos são inocentes até que se prove o contrário.

Paulão | segunda-feira junho 20 2011 | 22:53

Andei em Senador recentemente e gostei do que vi. Uma cidade que cresce, com obras importantes. Tem até um mercado de vergonha, que antes parecia uma latada. E tem sede própria da prefeituta, que antes era uns cacarecos num saco. E o INSS, etc… Os governantes petista são assim, trabalham. Agora, perseguição também faz parte do dia a dia destes gestores.

Kelly | terça-feira junho 21 2011 | 13:39

Se diz que não tem culpa, pra que está fugindo?!

Geraldo | terça-feira junho 21 2011 | 14:10

Tristeza, é o sentimento que fica com esse epsodio. Nossa cidade vira e mexe e encontram motivos para denuncias e estas se comprovadas merecem mesmo o repudiu do povo de Senador Pompeu. A população não tem o que comemorar porquer alguns que denunciam hoje, até pouco tempo faziam parte do grupo do Prefeito ora afastado e quando este resolveu não atender mais seus caprichos financeiros se viraram contra ele. Essa situação já se vivencia em nossa Cidade desde que um então grande lider, hoje milionário se elegeu veriador por nossa Cidade.

Marcos | quarta-feira junho 22 2011 | 10:06

Senador Pompeu, GENTE CÉTICA, tem o gestor que merece!!!! crime de improbidade administrativa, crime de lavagem de dinheiro, ocultação de bens e valores, peculato, falsidade ideológica e formação de quadrilha… seus eleitores devem festejar!!!

francisco | quarta-feira junho 22 2011 | 11:41

quero saber porquer so tem essas manhete quando estar perto da politica eu falo asim pq eu sempre volto em branco eu so sei quer ja fazia tempo q senador nao era feito nada e esse prefeito fez muita coisas prefeitura mercado jinazio camaramunicipal e outro mais se ele for cupado tem quer paga pelos seus chimes mais quem esta acusando serar q e inocente mesmo pq ele nao tinha nada hoje e pode de rico …….

anizia | quinta-feira junho 23 2011 | 20:02

Ainda bem que existem juizes como este, que tem coragem de lutar pela moral deste Pais, pois ser politico, salvo alguns deles, é sinônimo de enriquecimento ilícito. Ai questiono-me, onde estão aqueles politicos que durante a eleição dizem que irão lutar pelo bem-estar coletivo? Na realidade o coletivo só existe no discurso eleitoral, uma vez eleito alem de não defenderem os direitos da maioria, ainda nos roubam. Eta Brasil!

J. J. Abreu | domingo julho 3 2011 | 13:56

Os Srs. que defedem o prefeito, só podem ser parentes do mesmo e usufruem do produto do roubo. Quer dizer então que aquilo que ele fez de bom, que é uma obrigação do prefeito constituido, libera o tal pra assaltar os cofres publicos? dinheiro do povo, tenham dó ,não misturem as coisas, assuma o erro ou fiquem quietinhos.