Contra o câncer
Atualizado em: 01/11/2011 - 3:15 pm

Lula conversa com médicos do hospital Sírio Libanês ao lado de dona Marisa. Foto: Agência Brasil

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixou o Hospital Sírio-Libanês às 15h35 e seguiu para o apartamento dele, em São Bernardo do Campo. Lula recebeu alta dos médicos às 14h16. Boletim médico das 15h15 informa que o ex-presidente concluiu a primeira sessão de quimioterapia “sem intercorrências”.

Ele foi submetido a avaliações e também a um exame minucioso chamado PET (sigla em inglês para Tomografia por Emissão de Positrons, em tradução livre) Scan, capaz de detectar qualquer anormalidade no corpo do paciente.

“O presidente reagiu muito bem, passou uma noite bem e hoje completou os exames. Ele irá continuar a tomar a quimioterapia até o final da semana pela bolsa de infusão [por meio de um catéter]. Ele não sentiu nada de significativo até o momento”, disse o médico oncologista Paulo Hoff, após Lula deixar o hospital.

O médico Artur Katz, que também participa da equipe que acompanha o tratamento do ex-presidente, disse que os exames feitos não mostraram nenhum tipo de anormalidade. “Os exames não mostraram absolutamente nada de novo, nada que a gente não soubesse”, disse.

Leia ainda:
Ex-presidente Lula é diagnosticado com câncer na laringe     
Em casa, Lula evita usar a voz um dia antes de iniciar tratamento contra o câncer
Políticos brasileiros manifestam apoio à recuperação de Lula  

Diagnóstico
O ex-presidente foi diagnosticado no sábado (29) com um tumor de aproximadamente 3 centímetros na laringe. Segundo os médicos, a doença está em uma fase de desenvolvimento que os médicos chamam de T2 e ainda não atingiu as cordas vocais.

O resultado da biópsia feita no próprio sábado indicou que a agressividade do tumor é considerada média e o estágio de desenvolvimento é relativamente inicial. Lula deve passar por três sessões de quimioterapia até o fim do ano e por uma sessão de radioterapia no início de 2012.

Com informações da Agência Brasil



0 comentários







0 comentários
Topo | Home