Polêmica
Atualizado em: 24/07/2013 - 10:28 am

Ministro usou avião oficial para levar família a Cuba no Carnaval

Ministro usou avião oficial para levar família a Cuba no Carnaval

O ministro Aldo Rebelo (Esporte) usou um avião da FAB (Força Aérea Brasileira) para ir a Cuba no Carnaval com a mulher, o filho e assessores. Ele esteve em Havana em missão oficial e justificou a carona à mulher e ao filho dizendo que ambos também foram convidados pelo governo cubano.

Sem representação
Nenhum dos dois representou o governo brasileiro na missão. Quando o ministério publicou nota sobre a viagem de Aldo, em fevereiro, o nome deles não constava na lista oficial da comitiva. A mulher do ministro, Rita, é coordenadora na Secretaria da Mulher do governo do Distrito Federal, controlada pelo PC do B, mesmo partido de Aldo. Já o filho, de 21 anos, é estudante universitário e estagiário.

Só depois…
A Folha revelou que três políticos usaram aviões da FAB para dar caronas a amigos e parentes a eventos fora da agenda oficial. Depois dos casos revelados, todos anunciaram a devolução dos valores das passagens. O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), foi o primeiro flagrado dando carona a parentes para ir ver o jogo do Brasil. O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), levou a mulher a uma festa de casamento da filha de outro senador em Porto Seguro.

Carona não gerou custo ao governo, diz ministério
Em nota, o Ministério do Esporte disse que a viagem da mulher e do filho do ministro Aldo Rebelo a Cuba, em missão oficial, não gerou custos ao governo. Segundo a pasta, os dois foram convidados pelo governo de Cuba e cumpriram a programação “definida pelo protocolo cubano”.

“A esposa e o filho do ministro o acompanharam na viagem a Cuba como convidados do governo daquele país. O ministro cumpriu agenda oficial em reuniões com autoridades. Sua esposa e seu filho cumpriram programação definida pelo protocolo cubano. A presença dos dois não representou acréscimo ao custo da viagem”.

Sem gastos
O ministério, contudo, admitiu que a mulher e o filho foram em voo da Força Área Brasileira. “A esposa e o filho do ministro, também convidados do governo cubano, o acompanharam na viagem em avião da Força Aérea Brasileira”, diz a nota. Segundo a pasta, não houve gastos com hotel, uma vez que a mulher e o filho do ministro “foram hospedados pelo governo de Cuba”.

Com informações da Folha.com



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.