Transição
Atualizado em: 27/12/2018 - 9:00 am

Ministros de Bolsonaro participam de curso de gestão e governança pública. Foto: Divulgação

A equipe ministerial do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), participa de um curso de gestão e governança pública na manhã desta quinta-feira (27) em Brasília. Dos 22 ministros de Bolsonaro, 18 compareceram às aulas, em um centro educacional na capital.

São eles: Onyx Lorenzoni (Casa Civil); general Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional); Luiz Henrique Mandetta (Saúde); Ricardo Velez Rodriguez (Educação); Sergio Moro (Justiça); Roberto Campos Neto (Banco Central); Ernesto Araújo (Relações Exteriores); Gustavo Canuto (Desenvolvimento Regional); Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos); general Carlos Santos Cruz (Secretaria de Governo); Tarcísio Freitas (Infraestrutura); general Fernando Azevedo e Silva (Defesa); Bento Costa (Minas e Energia); Marcelo Alvaro Antonio (Turismo); Ricardo Salles (Meio Ambiente); Tereza Cristina (Agricultura); Wagner Rosário (Controladoria-Geral da União); e André Mendonça (Advocacia-Geral da União).

Falta
Os quatro que não participam são Gustavo Bebianno (Secretaria-Geral da Presidência); Paulo Guedes (Economia); Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) e Osmar Terra (Cidadania).

Aulas
A maior parte dos ministros anunciados não tem experiência em gestão do poder público. As aulas devem se estender por toda a manhã. Pela tarde, os futuros ministros participam de uma reunião no CCBB (Centro Cultural do Banco do Brasil), sede do governo de transição.

Com informações da Folha



Comment closed







Comment closed
Topo | Home


Comments are closed.