Lava Jato
Atualizado em: 07/05/2017 - 10:04 am

Sérgio Moro pede a apoiadores da Lava Jato que não vão a Curitiba no dia do interrogatório de Lula. Ex-presidente vai ser interrogado em processo da Lava Jato na quarta-feira (10); ele é acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Foto: Reprodução

O juiz Sérgio Moro pediu para que as pessoas que apoiam a Operação Lava Jato não vão a Curitiba no dia do interrogatório do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva marcado para quarta-feira (10).

O pedido foi feito em um vídeo divulgado nas redes sociais no sábado (6). Assista ao vídeo no fim deste post.

“Eu tenho ouvido que muita gente que apoia a Operação Lava Jato pretende vir a Curitiba manifestar esse apoio, ou pessoas mesmo de Curitiba pretendem vir aqui manifestar esse apoio. Eu diria o seguinte: esse apoio sempre foi importante, mas nessa data ele não é necessário. Tudo que se quer evitar nessa data é alguma espécie de confusão e conflito e, acima de tudo, não quero que ninguém se machuque”, afirmou o juiz que é responsável pelas ações da Lava Jato na primeira instância.

Réu
O ex-presidente Lula é réu no processo que abrange três contratos da OAS com a Petrobras. De acordo com a acusação, R$ 3,7 milhões em propinas foram pagos a Lula. Para os procuradores do Ministério Público Federal (MPF), a propina se deu por meio da reserva e reforma do apartamento triplex, em Guarujá, e do custeio do armazenamento de seus bens. O ex-presidente nega as acusações. Lula responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro nesta ação penal.

Segurança
Inicialmente, o interrogatório do ex-presidente estava previsto para 3 de maio. Todavia, após um pedido da Polícia Federal (PF), o juiz Sérgio Moro decidiu adiá-lo. A Polícia Federal argumentou que precisava de “mais tempo para realizar as tratativas com os órgãos de segurança e de inteligência para audiência que será realizada”.

Manifestantes
A Secretaria de Segurança Pública (Sesp) do Paraná montou um esquema diferenciado para o dia do interrogatório do ex-presidente. Grupos a favor e contra o ex-presidente marcaram atos de manifestação para a data. De acordo com a Sesp, eles serão separados, para evitar confrontos diretos. Quem quiser realizar manifestações a favor de Lula deverá ficar no calçadão da Rua XV de Novembro. Já as pessoas contrárias devem permanecer na região do Centro Cívico.

Reforço
Também haverá reforço de segurança dentro e fora do prédio da Justiça Federal em Curitiba. Por determinação do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, o expediente da Justiça Federal será suspenso no dia. Só poderão entrar no local pessoas que tenham ligação direta com o processo. O entorno do edifício também terá bloqueios num raio de 150 metros. Apenas moradores e jornalistas credenciados poderão se aproximar do prédio.

Com a Palavra Sergio Moro:

Publicado por Eu MORO com ele #rosangelawolffmoro em Sábado, 6 de maio de 2017

Com informações do G1



0 comentários







0 comentários
Topo | Home