Congresso
Atualizado em: 12/10/2011 - 10:10 am

Plenário da Câmara Federal

Aliados Base quer mais verba e cargos para aprovar mecanismo que dá destinação livre a 20% da arrecadação. A informação é do Estaão.com. Acompanhe.

A base aliada no Congresso está cobrando da presidente Dilma Rousseff três “pedágios” para aprovar a Desvinculação de Receitas da União (DRU) – mecanismo que permite ao governo usar livremente 20% da receita com os impostos e contribuições da União.

Os parlamentares querem reduzir o prazo de validade da DRU, provavelmente para dois anos, o que obrigaria Dilma a negociar a renovação antes da eleição de 2014.

Emendas
Além disso, eles exigem a liberação de mais dinheiro das emendas individuais ao Orçamento e querem indicar nomes para cargos. O governo corre contra o tempo porque a validade da DRU termina em 31 de dezembro.

No Orçamento de 2012, a previsão é de que a DRU some pelo menos R$ 62,4 bilhões – é mais do que os orçamentos do Bolsa Família (R$ 19,2 bilhões), do Minha Casa, Minha Vida (R$ 11,8 bilhões) e da parte de infraestrutura do PAC (R$ 16,8 bilhões).

Exigência parlamentar
R$ 8 milhões é quanto os parlamentares querem que o Planalto libere em emendas individuais por deputado e senado.

Com informações do Estadão.com



0 comentários







0 comentários
Topo | Home




You must be logged in to post a comment.