Corrupção
Atualizado em: 04/08/2011 - 8:23 am

O conselheiro estadual e coordenador do Movimento Justiça Já, da OAB, Edimir Martins Filho, está a frente do comitê.

Diariamente nos deparamos com escândalos de corrupção na política que estampam matérias de jornais. Os desvios de dinheiro público atrapalham a vida da população, sobretudo, a de baixa renda, que precisa da ação eficiente dos poderes públicos. 

Pensando nisso, a Ordem dos Advogados do Brasil no Ceará (OAB-CE) decidiu instalar, nesta quinta-feira (4), o Comitê Institucional Permanente de Combate à Corrupção Pública.

Como vai funcionar para os cearenses?
Segundo o conselheiro estadual e coordenador do Movimento Justiça Já, da OAB, Edimir Martins Filho, que está a frente do comitê, a população terá três meios de denunciar: através de um telefone 0800; no próprio portal da OAB; ou presencialmente na sede da entidade, em Fortaleza.

Quem?
Edimir Martins explica que qualquer pessoa pode procurar o serviço para denúnciar possíveis desvios de dinheiro, seja em esfera municipal, estadual ou federal.

A iniciativa é interessante para quem assiste tudo e sente a necessidade de fazer alguma coisa para estancar a torneira da corrupção.

E depois?
Após receber as demandas, o Conselho vai encaminhar as demandas para as comissões da OAB. Segundo Edimir Martins a ideia é estabelecer parcerias com o objetivo de investigar casos de corrupção e, posteriormente, mover ações civis públicas, nos casos em que for detectado o uso de verba públicas processos licitatórios irregulares.

Entrevista

Veja a entrevista exclusiva de Edimir Martins, coordenador do “Movimento Justiça Já” da OAB, ao Jangadeiro Online, sobre o Comitê.



0 comentários







0 comentários
Topo | Home