Fortaleza
Atualizado em: 22/08/2013 - 8:38 am

Momento tenso no momento da chegada dos oficiais de Justiça. Acampados foram notificados por volta das 7h30 da manhã. Eles devem deixar o local até às 10h30. Foto: Reprodução do Twitter

Momento tenso no momento da chegada dos oficiais de Justiça. Acampados foram notificados por volta das 7h30 da manhã. Eles devem deixar o local até às 10h30. Foto: Reprodução do Twitter

Os manifestantes acampados no Parque do Cocó foram notificados no início da manhã desta quinta-feira (22) sobre a determinação da Justiça para que deixem a área. Oficiais de Justiça apresentaram a ordem de reintegração por volta das 7h30 da manhã.

A decisão da  juíza Joriza Magalhães Pinheiro, da 9ª Vara da Fazenda Pública, que autoriza a desocupação por meio da força policial do Estado recomendou que o cumprimento do mandado fosse feito por dois oficiais de justiça; em dia útil; das 06 às 20h.

Até as 10h30
A magistrada ordenou, ainda, que a execução da medida seja integralmente filmada, bem como que seja concedido aos demandados o prazo de 3 (três) horas para a desocupação, assim, os acampados tem até às 10h30 para deixar o local. A liminar foi concedida na quarta-feira (21), atendendo ao pedido do Governo do Estado.

Leia ainda:
Justiça Federal volta a suspender obra de viadutos no Cocó

Justiça autoriza desocupação do Parque do Cocó com força policial
MPF diz que juíza não tem competência para decidir sobre ocupação no Cocó

Resistência
A ex-vereadora Rosa da Fônseca, uma das líderes do movimento Crítica Radical, afirma que a notificação não foi assinada por nenhum manifestante. Na quarta-feira (21), após tomarem conhecimento sobre a decisão sobre a nova desocupação, os ativistas realizaram uma assembleia para definir os próximos passos da mobilização. Por maioria, ficou definido que o grupo irá resistir a retirada. Alguns manifestantes ameaçam se amarrar às grades do Parque.

Multa
Segundo a decisão da jyustiça, caso haja resistência dos manifestantes, a multa diária prevista é de R$ 1 mil para quem permanecer na área do Cocó.

Ocupação
Há 41 dias, manifestantes contrários à construção de dois viadutos entre as Avenidas Engenheiro Santana Junior e Antônio Sales estão acampados no Cocó. Eles reivindicam a abertura de diálogo com o prefeito Roberto Cláudio, para que projetos alternativos possam ser apresentados. Além disso, cobram do Governo do Estado à regulamentação da área.



Comment closed







Comment closed
Topo | Home


Comments are closed.