Tribunais
Atualizado em: 31/10/2011 - 3:22 pm

Oito procuradores de Justiça serão empossados na próxima quinta-feira (3), no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, no bairro José Bonifácio, em Fortaleza. A partir de 2011, o Colégio de Procuradores de Justiça do Ministério Público do Estado chega a 45 integrantes.

Confira a lista dos procuradores que serão empossados:
Maria Acácia Moreira – Promotora de Justiça titular da 8ª Promotoria de Justiça de Família de Fortaleza, promovida por antiguidade para a 41ª Procuradoria de Justiça;

Ednéa Teixeira Magalhães – Promotora de Justiça titular da 11ª Promotoria de Justiça Cível de Fortaleza, promovida por antiguidade para a 43ª Procuradoria de Justiça;

João Eduardo Cortez – Promotor de Justiça titular da 1ª Promotoria de Justiça de Sucessões de Fortaleza, promovido por antiguidade para a 45ª Procuradoria de Justiça;

Fátima Diana Rocha Cavalcante – Promotora de Justiça titular da 18ª Promotoria de Justiça do Juizado Especial Cível e Criminal de Fortaleza, promovida por antiguidade para a 47ª Procuradoria de Justiça;

Mônica Maria Aguiar Câmara de Lavôr – Promotora de Justiça titular da 10ª Promotoria de Justiça Cível de Fortaleza, promovida por merecimento para a 40ª Procuradoria de Justiça;

Antônio Firmino Neto – Promotor de Justiça titular da 5ª Promotoria de Justiça de Família de Fortaleza, promovido por merecimento para a 46ª Procuradoria de Justiça;

Vera Maria Fernandes Ferraz – Promotora de Justiça titular da 4ª Promotoria de Justiça de Execuções Fiscais e de Crimes Contra a Ordem Tributária de Fortaleza, promovida por merecimento para a 44ª Procuradoria de Justiça;

Eulério Soares Cavalcante Júnior – Promotor de Justiça titular da 2ª Promotoria de Justiça da Fazenda Pública de Fortaleza, promovido por merecimento para a 42ª Procuradoria de Justiça.

Leia mais:
Novos procuradores tomam posse nesta sexta
Colégio de procuradores homologa a posse de Socorro França
Procuradores e Promotores de Justiça do Ceará promovem Ato Público em Brasília

Redação Jangadeiro Online, com informações da Procuradoria Geral da Justiça



0 comentários







0 comentários
Topo | Home