Ceará
Atualizado em: 28/10/2011 - 9:12 am

A Confederação Brasileira de Desporto Escolar (CBDE) – presidida por um empresário filiado ao PCdoB, no município do Ipú, no interior do Ceará,  – recebeu R$ 15,5 milhões, entre 2006 e 2011, do Ministério do Esporte. A informação está na coluna da Jornalista Anna Ramalho do Jornal do Brasil.

O presidente da CBDE é o empresário Carlos Sérgio Rufino Moreira, pré-candidato  à prefeitura do Ipu, pelo PCdoB.

Com os  R$ 15,5 milhões, a Confederação virou uma recordistas na assinatura de convênios com o Ministério do Esporte. Detalhe é que em 2005, quando o agora ex-ministro, Orlando Silva, era só secretário-executivo, a CBDE recebeu bem menos: R$ 234,6 mil.

Campeonato
Entre os contratos firmados no ano passado, por exemplo, está a organização do 22º Campeonato Mundial de Futebol de Campo Escolar, no Ceará, realizado em abril deste ano. Para financiar o evento, o Ministério do Esporte liberou para a entidade nada mais, nada menos, que R$ 1,8 milhão.

Rede
Um levantamento do site Contas Abertas já havia sugerido a influência de militantes comunistas na liberação de recursos. O mapa de repasses do programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte, revelou que o ministro Orlando Silva alimentou com verbas federais a rede de militantes que, nos últimos anos, o PCdoB instalou em postos-chave do nicho esportivo no setor público.

Leia mais:
‘Esporteduto’ do PCdoB controla verba do governo e beneficia aliados do Ceará



0 comentários







0 comentários
Topo | Home