Opinião
Atualizado em: 16/03/2012 - 5:26 pm

O comentário que você pode acompanhar abaixo foi exibido no programa Barra Pesada desta sexta-feira (16). Pra quem já viu o programa, essa é aquela parte em que o apresentador Nonato Albuquerque apresenta uma espécie de editorial do Barra. Pois bem, achei interessante e vale a reflexão, por isso divido com vocês. Segue texto:

Vimos no noticiário que o Instituto do Câncer do Ceará está sob suspeita de contaminação por uma bactéria super-resistente. A presença dela está sendo checada em duas pessoas que já morreram e em mais cinco que estão sob suspeita. Lemos ainda que quatro pacientes estão sendo tratados na Maternidade Escola e no Hospital São José sob suspeita de gripe “A”.

Continuam também surgindo novos casos de dengue, além das mortes já registradas. E vimos ainda casos de portadores do vírus HIV que foram recusados às portas de hospitais por falta de vaga. Esta é a realidade da saúde no Ceará. Na área da educação, vimos que os professores estão mobilizados, ameaçando greve, por melhores salários. O mesmo ocorre na área de segurança pública, com os policiais civis ameaçando também retomar a greve.

A sociedade está assim enfrentando o pior em suas necessidades básicas. Mas o discurso do governo ignora totalmente essa tragédia. A propaganda é em torno do Acquário de R$ 250 milhões que está sendo construído na praia de Iracema. Foi inaugurado com festa o novo anexo da Assembleia Legislativa de R$ 53,5 milhões, dinheiro do povo que não tem hospital e morre de gripe suína.

Não se é contra o Acquário. Mas não é fácil convencer um gasto de R$ 250 milhões numa obra turística num Estado onde faltam leitos hospitalares. Para que mais um anexo para deputados, se faltam anexos, médicos, equipamentos e leitos nos hospitais? Ninguém é cego para não ver esses contrastes. É preciso que o discurso do poder público se volte para as necessidades reais da população espezinhada.

Leia mais:
Opinião – Clamor por segurança no interior do Estado

Opinião – Impunidade incentiva violência de menores

Opinião – O verdadeiro jejum é o moral



0 comentários







0 comentários
Topo | Home