Itamar Franco
Atualizado em: 03/07/2011 - 6:03 pm


Público lota o salão da Câmara de Vereadores da cidade para velar corpo do ex-presidente da República Itamar Franco (Foto: Agência Brasil)

Uma longa fila se formou durante todo o dia de hoje (3) em frente à Câmara de Vereadores de Juiz de Fora, onde está sendo velado o corpo do ex-presidente da República e senador Itamar Franco.

Segundo a Polícia Militar, até o meio da tarde, cerca de 15 mil pessoas já haviam passado pelo local para se despedir de Itamar. Ele morreu na manhã de sábado (2), no Hospital Albert Einstein , em São Paulo, onde fazia tratamento para curar uma leucemia.

Leia ainda:
Admiradores aplaudem corpo de Itamar Franco na chegada ao velório em Juiz de Fora
Corpo de Itamar segue no domingo para Juiz de Fora e depois para Belo Horizonte
Ex-presidente Itamar Franco morre aos 81 anos em São Paulo

A maioria das pessoas que estiveram no velório mora em Juiz de Fora, onde Itamar impulsionou sua carreira política como prefeito. Gente de todas as idades, que não se importa em ficar cerca de uma hora na fila esperando para dar uma rápida olhada no corpo do ex-presidente.

“Eu conhecia ele há muitos anos. A cidade perdeu um político excepcional, honesto”, disse a aposentada Maria de Lourdes Almeida.

“Perdemos uma grande pessoa, que trabalhou muito pela cidade e por todo o país. Era uma pessoa humilde, que parava na rua para conversar com a gente”, destacou Francisco de Assis.

“Ele era um homem bom, vai fazer falta um político como ele”, completou Terezinha Mello, mulher de Francisco.

No final da tarde foi celebrado um culto ecumênico, no qual estiveram as duas filhas de Itamar, Georgiana e Fabiana, e demais parentes. O velório vai se estender por toda a noite e as portas da Câmara de Vereadores ficarão abertas. O traslado do corpo para Belo Horizonte será feito amanhã.

Na capital mineira haverá um novo velório. A presidente Dilma Rousseff é esperada em Belo Horizonte. O corpo de Itamar será cremado, conforme pedido feito por ele, e as cinzas serão depositadas no jazigo da família, no Cemitério Municipal de Juiz de Fora.

Da Agência Brasil










Agenda
Atualizado em: 03/07/2011 - 5:46 pm


Plenário 13 de maio/ Assembleia Legislativa do Ceará

A Assembleia Legislativa realiza, nesta segunda-feira (04/07), a quarta edição da Jornada Municipalista. Nove municípios que aniversariam em junho serão homenageados. O encontro será realizado a partir das 9h, no Plenário 13 de Maio.

Apresentação
Os secretários estaduais, Evandro Leitão (Trabalho e Desenvolvimento Social) e René Barreira (Ciência, Tecnologia e Educação Superior) farão uma apresentação para os participantes. O evento é organizado pelo Instituto de Estudos e Pesquisas para o Desenvolvimento do Ceará (Inesp).

Municípios
Nessa jornada, serão homenageados os municípios de Alto Santo, Crato, Ererê, Eusébio, Itapiúna, Quiterianópoles, Salitre, São João do Jaguaribe e Tabuleiro do Norte. Participarão da atividade, além dos parlamentares da Assembleia Legislativa, prefeitos, vereadores, secretários e representantes das diversas instâncias de Poder dos municípios convidados.

Da Agência de Notícias da AL










Itamar Franco
Atualizado em: 03/07/2011 - 4:03 pm


O corpo do ex-presidente da República Itamar Franco chega à Câmara de Vereadores da cidade, onde será velado, conduzido pelo Corpo de Bombeiros e demais militares (Foto: Agência Brasil)

O corpo do ex-presidente da República e senador Itamar Franco foi muito aplaudido ao chegar, às 11h18, à Câmara de Vereadores, por centenas de admiradores que o aguardavam na entrada do prédio, onde está senado realizado o velório.

Do Aeroporto da Serrinha até a Câmara Municipal de Juiz de Fora, o caixão com o corpo de Itamar foi transportado em cima de um caminhão do Corpo de Bombeiros, sempre aplaudido pelas ruas onde passou.

O acesso da população ao velório será aberto após uma cerimônia reservada à família e às autoridades. São aguardadas diversas personalidades públicas, incluindo a presidenta Dilma Rousseff, os ex-presidentes José Sarney, Fernando Collor e Luiz Inácio Lula da Silva e o vice-presidente Michel Temer, além de políticos de diversos partidos.

O ex-presidente morreu, na manhã de ontem (2), no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde estava internado desde o dia 21 de maio, para tratamento de leucemia.

Da Agência Brasil










Ceará
Atualizado em: 03/07/2011 - 3:45 pm


Da Redação do Jangadeiro Online

Ex-prefeito de Tianguá, Gilberto Moita está entre os presos / Foto: Wilson Gomes/Site Sobral de Prima

A juiza Cinthia Nóbrega Pereira decretou, a prisão preventiva dos acusados de participar de esquema de fraude em licitações no município de Santana do Acaraú, no interior do Ceará, entre eles o ex-prefeito de Tianguá, Gilberto Moita.

Os acusados haviam sido presos temporariamente na última semana e já iriam ser colocados em liberdade. Com o nova decisão, eles serão mantidos atrás das grades.

Leia mais
Último foragido da Operação Caça-Fantasma se entrega à Polícia

Polícia cumpre mandados de prisão em Santana do Acaraú, Tianguá e Ubajara

Entenda o caso
Segundo a polícia, os documentos apreendidos na prefeitura de Santana do Acaraú apontam pelos menos 50 processos fraudulentos envolvendo empresas fantasmas do proprio município de de outras cidades da serra da Ibiapaba. De acordo com o Ministério Público, existem irregularidades em praticamente todas as secretarias da administração de Santana do Acaraú.

O último indiciado, que ainda estava foragido, na operação Caça-Fantasma, desenvolvida pela Secretaria de Segurança Pública do Ceará, em parceiria com o Ministério Público Estadual, se entregou à polícia na quinta-feira (30), em Santana do Acaraú.  José Auricélio Vidal, presidente da Comissão de Licitação da prefeitura do município, é apontado como um dos responsáveis pelas denunciadas pelo MP.

Foram presos o ex-prefeito de Tianguá, Gilberto Moita; José Auricélio Vidal, presidente da Comissão de Licitação da prefeitura do município, o coordenador de licitações da Prefeitura de Santana do Acaraú, Manuel Mecias Rodrigues, e três proprietários de supostas empresas de locação de transporte escolar. São eles: Ronaldo Teixeira Santos, Gilberto Moita Filho, filho do ex-prefeito de Tianguá, e Jean Carlos Aguiar. O detalhe é que não existiam veículos cadastrados nas empresas.

Com informações do repórter Ricardo Lima










Ceará
Atualizado em: 03/07/2011 - 1:41 pm


O governador Cid Gomes (PSB) segue em missão oficial na China, onde mantém contatos com industrias e empresários, para novos investimentos no Ceará. Cid Gomes retorna ao Brasil no próximo dia 11 de julho. Até essa data, Domingos Filho (PMDB) estará no exercício do Governo do Estado.

Leia mais:
Assembleia barra investigação do STJ contra Cid Gomes

Na agenda do Governador no país oriental, estão contatos com empreendedores do setor de etanol, montadora, estaleiro, porto e produção de energia. A reunião com produtores de etanaol tem como objetivo viabilizar a produção do combustível na Região do Cariri.

Com informações do Governo do Estado










Polêmica
Atualizado em: 03/07/2011 - 9:58 am


Da Redação do Jangadeiro Online

Senador Eunício Oliveira (PMDB/CE)

A empresa do senador e ex-ministro das Comunicações do governo Lula, Eunício Oliveira (PMDB-CE), a Manchester Serviços LTDA, assinou oito contratos consecutivos e sem licitação com a Petrobras entre fevereiro de 2010 e junho deste ano, o que soma R$ 57 milhões, denunciou hoje o jornal O Estado de S. Paulo.

Segundo o jornal, documentos da estatal mostram que todos os contratos, com duração de dois a três meses cada, foram assinados por meio de “dispensa de licitação”, sem concorrência pública. Só no ano passado, R$ 25 milhões de foram repassados à Manchester, e um contrato de R$ 8,7 milhões foi fechado a nove dias das eleições presidenciais.

Indicados
A empresa tem sede em Brasília, mas abriu uma filial em Macaé, a poucas quadras da sede da estatal, e fornece mão de obra terceirizada à Petrobras. De acordo com o Estadão, os diretores da Área Internacional da Petrobras, Jorge Zelada, e de Abastecimento, Paulo Roberto Costa, foram indicados pelo PMDB no último governo e mantidos pela governo Dilma.

Resposta
A Petrobras confirmou ao jornal os contratos sem disputa pública por “problemas no processo licitatório”.

Já o senador Eunício Oliveira afirmou estar afastado das decisões da empresa e preferiu não falar.

O sócio dele, Nelson Ribeiro Neves, afirmou ao jornal que o fato de Eunício ser senador não influenciou os contratos e que tudo foi feito dentro da lei. Ele disse que os contratos são uma continuidade de serviços fechados há anos, apesar de a Petrobras afirmar que os contratos são novos, somente enquanto não fecha processo de licitação.

A Manchester é uma das empresas envolvidas no “mensalão do DEM” no Distrito Federal, em que aparece no relatório da Polícia Federal suspeita sobre pagamento de R$ 666 mil autorizado pelo governo do DF.

Mais
De acordo com a Agência Estado, o valor repassado pela estatal à empresa do senador Eunício Oliveira  entre 2010 e 2011 é muito superior ao que ela recebe de outros órgãos do governo federal. No mesmo período, a Manchester faturou, segundo dados do Portal da Transparência, R$ 17,8 milhões de sete ministérios, menos da metade do que a empresa ganhou somente da Petrobrás.

Mensalão do DEM
Nas investigções do escândalo do “Mensalão do DEM” a Manchester Serviços Ltda. foi mencionada. Os nomes da empresa e do senador Eunício Oliveira aparecem em relatório da Polícia Federal que levanta suspeita sobre pagamento de R$ 666 mil autorizado pelo governo do DF. A PF sugere que seja aprofundada a investigação.

Com informações do Portal Terra










Corrupção
Atualizado em: 02/07/2011 - 10:59 pm


Ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento

Do Jangadeiro Online

O Ministério dos Transportes comunicou neste sábado (2) o desligamento temporário de quatro servidores citados em reportagem da revista Veja desta semana. Segundo a publicação, há um esquema no ministério de pagamento de propina para integrantes do PR – partido do ministro Alfredo Nascimento -, em troca de contratos de obras.

De acordo com a nota oficial, na próxima segunda-feira (4) será formalizado o afastamento do chefe de gabinete do ministro, Mauro Barbosa da Silva, do assessor do gabinete, Luís Tito Bonvini, do diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Luís Antônio Pagot, e do diretor-presidente da empresa pública de ferrovias Valec, José Francisco das Neves.

O comunicado do ministério diz que Alfredo Nascimento “rechaça, com veemência, qualquer ilação ou relato de que tenha autorizado, endossado ou sido conivente com a prática de quaisquer ato político-partidário envolvendo ações e projetos do Ministério dos Transportes”.

O ministro decidiu instaurar uma sindicância interna para apurar o suposto envolvimento de dirigentes nos fatos mencionados pela revista. Também foi pedida a participação da Controladoria-Geral da União (CGU).

Da Agência Brasil










Itamar Franco
Atualizado em: 02/07/2011 - 3:02 pm


Itamar Franco. Foto: Agência Brasil

O corpo do ex-presidente e senador Itamar Franco, de 81 anos, sairá no domingo (03/07), por volta das 8h30, de São Paulo em direção a Juiz de Fora, em Minas Gerais, onde será velado na Câmara Municipal até a manhã de segunda-feira (4). A chegada do corpo a Juiz de Fora está prevista para as 10h.

Na segunda-feira, por volta das 8h, o corpo de Itamar será levado de Juiz de Fora para o Palácio da Liberdade, em Belo Horizonte, onde será velado até o começo da tarde. Depois, o corpo do ex-presidente será transportado para um crematório na região metropolitana da capital mineira.

As informações são confirmadas pelo ex-ministro da Casa Civil de Itamar e um dos melhores amigos do senador morto, Henrique Hargreaves.

“O Itamar sempre dizia que, quando morresse, não era para ficar com o corpo dele rodando pelo país. Era para mandar direto para Juiz de Fora.”

Hargreaves disse ainda que o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), organiza uma comitiva de parlamentares para acompanhar as cerimônias de despedida em Juiz de Fora. A comitiva sairá amanhã às 9h de Brasília rumo a Juiz de Fora. Segundo o ex-ministro, a comitiva deverá chegar a Minas Gerais a tempo de receber o corpo do ex-presidente.

Leia também: Ex-presidente Itamar Franco morre aos 81 anos em São Paulo 










Itamar Franco
Atualizado em: 02/07/2011 - 2:41 pm


A presidente da República Dilma Rousseff divulgou nota oficial lamentando a morte do ex-presidente e senador Itamar Franco. Segue a íntegra do comunicado:

“Foi com tristeza que recebi a notícia do falecimento do senador e ex-presidente Itamar Franco. Dirigente do país em um momento crucial da nossa história recente, o presidente Itamar nos deixa uma trajetória exemplar de honradez pública. O Brasil e Minas sentirão a sua falta. Neste momento de dor, quero transmitir meus sentimentos a seus familiares e amigos.

Dilma Rousseff,

Presidenta da República Federativa do Brasil”

Da Agência Brasil

Leia também: Ex-presidente Itamar Franco morre aos 81 anos em São Paulo 










Itamar Franco
Atualizado em: 02/07/2011 - 2:37 pm


O presidente do Instituto Teotônio Vilela e ex-senador, Tasso Jereissati (PSDB/CE) divulgou nota à imprensa sobre o falecimento de Itamar Franco.

Na época em que Itamar Franco foi presidente da República, Tasso presidia o PSDB Nacional e trabalhou na definição da candidatura do sucessor de Itamar, o tucano Fernando Henrique Cardoso para a presidência do país.

Nessa mesma época, Tasso Jereissati articulou a indicação do cearense Ciro Gomes (hoje no PSB) para o ministério da Fazenda. Ciro assumiu o cargo após crise que derrubou o ministro Rubens Ricupero.

 Segue a íntegra do comunicado:

“A morte do ex-presidente Itamar Franco é mais uma grande perda para o mundo político e administrativo do País. Em todas as posições políticas e públicas, demonstrou o seu talento e seu espírito ético, e não hesitava em agir de maneira enérgica quando havia indício ou suspeita de qualquer irregularidade. Ele nos deixa essa marca que deveria ser seguida por todos os governantes brasileiros,

Tasso Jereissati, Presidente do Instituto Teotônio Vilela(ITV)”

Leia também: Ex-presidente Itamar Franco morre aos 81 anos em São Paulo 










Itamar Franco
Atualizado em: 02/07/2011 - 1:42 pm


O senador Eunício Oliveira (PMDB/CE) enviou nota à imprensa sobre a a morte do ex-presidente Itamar Franco. Acompanhe o que diz o Peemedebista cearense.

Segue a íntegra do comunicado:

“O Brasil perde hoje um grande homem que sempre esteve preocupado com a redemocratização do país e seu desenvovimento econômico. Sua atuação foi fundamental para a estabilidade econômica e política do Brasil.

No senado, sempre contestador, mas com muita experiência, soube emitir opinião e defesa daquilo que acreditava, deixando o estado de Minas Gerais com muito orgulho da sua atuação,

Eunício Oliveira- Senador da República (PMDB-CE)”

Leia também: Ex-presidente Itamar Franco morre aos 81 anos em São Paulo










Ceará, Vídeos
Atualizado em: 02/07/2011 - 1:27 pm


O dia de hoje (02/07) foi marcado por mobilizações de servidores públicos estaduais insatisfeitos com a administração do governador Cid Gomes (PSB). Além de uma passeata-protesto que reuniu centenas de servidores nas ruas de Fortaleza, a categoria de Policiais Civis do Ceará iniciou greve geral neste sábado (02/07).

Greve da Polícia Civil
De acordo com o sindicato da categoria, somente 30% das delegacias de Polícia, entre unidades distritais, metropolitanas e especializadas de Fortaleza e do Interior, estão funcionando durante a greve dos policiais civis.

Inês Romero, pres. Sindicatos dos Policiais Civis do CE

Uma das principais reivindicações dos Policiais Civis é solução para o problema do baixo efetivo da Polícia Civil do Ceará, sobretudo de inspetores e escrivães.

De acordo com a presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Ceará, Inês Romero, o efetivo é formado por cerca de 1.800 profissionais, número que, segundo ela, é insuficiente para que a categoria realize um bom trabalho. Além disso, os policiais apresentam reivindicações de ordem financeira.

A primeira delas é o pagamento de subsídio equivalente a cerca de 60% do ganho por delegados que, conforme o sindicato, é da ordem de R$ 7.037,54. A argumentação é de que, atualmente, inspetores e escrivães de primeira classe tem subsídios correspondentes a 26,66% ao dos delegados, valor que corresponde a R$ 2.125,00.

Polícia Militar
Ao mesmo tempo, Policiais Militares do Ceará deflagraram a operação “Tolerância Zero”.

Policiais Militares estão na Operação Tolerância Zero

Além de ser uma manifestação de apoio à greve dos cerca de 2.500 escrivães e peritos da Polícia Civil, que entraram em greve hoje, o movimento é um protesto dos PM’s conta a política salarial do governo do Estado.

Tolerância Zero
A ideia dos PM’s, com a “operação tolerância zero”, é realizar o maior número possível de prisões, superlotando delegacias que não vão dispor de efetivo suficiente para atender a demanda de ocorrências. A consequência será o estrangulamento do Sistema.

“Caminhada da Insatisfação”
Centenas de servidores ligados ao Fórum Unificado das Associações e Sindicatos de Servidores Públicos Estaduais do Ceará (FUASPEC) foram as ruas neste sábado (02/07) em protesto contra a administração estadual.

“O objetivo é denunciar à sociedade a falta de seriedade com que o governador Cid Gomes vem tratando os servidores e o serviço público por extensão”,dizia o manifesto dos sindicalistas.

Os manifestantes sairam da Reitoria da Universidade Federal do Ceará (UFC), na Avenida 13 de Maio, Benfica, às 9h. De lá, eles seguiram em passeata até a Praça do Ferreira, no Centro da capital, onde foi realizada uma assembleia unificada com todas as categorias de servidores públicos estaduais.

Servidores foram as ruas para a Caminhada da Insatisfação

Pauta
Os servidores reivindicam: Reestruturação das tabelas salariais; realização de concurso público; implementação de Piso das categorias; refomlação da Previdência; segurança contra o assédio moral no trabalho; garantia de Assistência à saúde; mudanças na jornada de trabalho; reformulação na ampliação da carga horária; pagamento de Subsídio; pagamento de gratificação de titulação.

Peritos
Outra greve está marcada para acontecer a partir de segunda-feira, dia 4. Segundo o coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Estadual do Ceará, João Batista Silva, os peritos cearenses vão paralisar suas atividades. O sindicalista afirma que há dois anos a categoria negocia com o governo, mas as demandas ainda não foram atendidas.

Acompanhe a reportagem do Jornal Jangadeiro deste sábado (02/07)










Ceará
Atualizado em: 02/07/2011 - 12:58 pm


Moraizinho: O esquema de desvio de verbas envolveria outros políticos. Foto: reprodução do vídeo da revista Época

O empresário Raimundo Moraes Filho,  conhecido como Moraizinho, está preso há cerca de 45 dias em uma delegacia de Fortaleza. O local não foi revelado por questões de segurança, por orientação da Polícia e do Ministério Público.

A informação sobre a prisão do empresário foi publicada pelo O Povo neste sábado (2). Em entrevista, ele teria admitido ao jornalista que realmente participou de alguns esquemas fraudulentos de licitações em prefeituras do Ceará.

Ele afirma, no entanto que não é o único responsável por todas as irregularidades descobertas pelo Ministério Público e que, da forma que ele agiu, há outros “Moraizinhos” agindo também para se beneficiar do dinheiro público.

Sobre os prefeitos envolvidos nos escândalos, que se defendem dizendo que foram ludibriados por donos de construtoras, Moraisinho afirmou que estes gestores estariam mentindo pois, segundo afirmou, não existe prefeito “burro”. O acusado teria revelado também que tem medo de morrer e que já foi ameaçado de morte. Ele disse ainda que precisa tomar remédio controlado para diminuir a tensão.

“Moraizinho”
No dia 29 de junho, durante a reunião da Associação dos Prefeitos do Ceará com o Ministério Público Estadual, o promotor de justiça Luiz Alcântara afirmou que o número de municípios que contrataram empresas ligadas ao esquema de corrupção supostamente montado pelo empresário Raimundo Morais Neto, conhecido como “Moraizinho”, para fraudar licitações e desviar recursos de prefeituras cearenses, é ainda maior do que o identificado inicialmente pelo Ministério Público.

No entanto, e mesmo com a insistência dos jornalistas, o promotor não revelou nomes e sequer confirmou o número de municípios envolvidos no suposto esquema para “evitar constrangimentos”. Luiz Alcântara disse que não há falta de transparência e que o levantamento será divulgado assim que for concluído.

Pra relembrar
Declarações do empresário “Moraizinho” causaram polêmica na campanha eleitoral de 2010. O esquema denúnciado agora pelo Ministério Público Estadual já havia sido revelado por revistas de circulação nacional como a Veja e a Época. O detalhe é que, no período eleitoral, as denúncias ligavam o desvio de verbas ao candidato à reeleição, Cid Gomes (PSB) e ao então deputado federal, Ciro Gomes (PSB). 

Abaixo, resgato uma das muitas notícias divulgada naquele período. Acompanhe:

O pivô do escândalo de corrupção que supostamente envolveria o governador do Ceará, Cid Gomes (PSB), o deputado federal Ciro Gomes (PSB) e o deputado estadual Zezinho Albuquerque (PSB) em um esquema de desvio de R$300 milhões de prefeituras cearenses, aparece um vídeo publicado pelo site da revista Época.   

Sob o título “Operador entrega esquema no Ceará”, a reportagem traz um vídeo em que o empresário Raimundo Morais Filho diz que foi o “operador” das empresas “junto ao deputado (estadual) Zezinho Albuquerque” em 2003.

A revista disse ainda que:

“Moraisinho, como é conhecido no Ceará, é aliado do governador Cid Gomes. Já foi candidato a prefeito de Madalena, cidade do interior do Estado. Agora, Morais é apontado pela Polícia Federal e pelo Ministério Público como o operador de um esquema que fraudou licitações e desviou verbas do Ministério da Integração Nacional transferidas para prefeituras do Estado. O esquema teria vigorado, principalmente, na gestão do deputado Ciro Gomes (PSB), irmão do governador Cid, entre 2003 e 2006. Candidato à reeleição, Cid Gomes lidera com folga as pesquisas de intenção de voto. De acordo com pesquisa Datafolha feita entre os dias 9 e 10 de setembro, Cid tem 58% contra 16% de Lúcio Alcântara (PR).

ÉPOCA teve acesso a uma gravação em que Morais discute com advogados a melhor estratégia para revelar as irregularidades. De acordo com os investigadores, concorrências públicas realizadas por prefeituras eram direcionadas para empresas de Morais. Ele se apropriava de 4% do valor dos contratos e entregava outra parte a políticos ligados a Cid Gomes. No vídeo, Morais confirma tudo isso. Morais é detalhista. Em determinado momento, ele pede para interromper a gravação porque está preocupado em ser exato nas datas que cita e quer “fazer direito”.

O advogado Paulo Goyaz é uma das pessoas que participou da reunião, realizada no primeiro semestre deste ano. De acordo com Goyaz, Raimundo Morais decidiu registrar a gravação porque temia sofrer retaliações. Morais planejava tornar-se um réu colaborador da Polícia Federal. Mas foi descartado, por enquanto. A polícia apreendeu HDs dos computadores das empresas de Morais e prefere analisar os dados antes de fazer um acordo de delação premiada com ele. Cid e Ciro Gomes negam envolvimento com as irregularidades apontadas por Morais”.

Confira o vídeo:

Na mesma época, a assessoria da campanha de Cid Gomes reafirmou que o candidato à reeleição não tem qualquer contato com o empresário Raimundo Morais Filho. Já a assessoria do deputado Ciro Gomes disse que o parlamentar não iria se pronunciar sobre o assunto.

Em contato com a assessoria do deputado estadual Zezinho Albuquerque, uma pessoa que trabalha para o parlamentar atendeu o celular pessoal dele e disse o deputado entraria em contato com a TV Jangadeiro posteriormente.

Com informações do O Povo e da revista Época










Itamar Franco
Atualizado em: 02/07/2011 - 11:47 am


Morreu neste sábado (2), aos 81 anos, o senador e ex-presidente da República Itamar Franco. Ele estava internado desde o dia 21 de maio no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, para tratamento de leucemia. Segundo o hospital, o tratamento quimioterápico surtiu efeito, mas, posteriormente, o senador contraiu uma pneumonia, que se agravou. Itamar Franco foi também governador de Minas Gerais e prefeito de Juiz de Fora.

O ex-presidente Itamar Franco morreu em São Paulo neste sábado. Foto: José Cruz/Arquivo/ABr

O ex-presidente era divorciado, deixa duas filhas. Com a morte de Itamar, assume sua cadeira no Senado Federal o suplente José Perrella de Oliveira Costa, conhecido como Zezé Perrella, ex-presidente do clube mineiro de futebol Cruzeiro.

Leucemia
Em maio, Itamar recebeu o diagnóstico de leucemia e iniciou o tratamento em São Paulo. Em junho, o estado dele agravou-se após uma pneumonia e foi internado no Hospital Albert Einstein. Pelas informações médicas, Itamar reagiu bem ao primeiro ciclo de quimioterapia.

Trajetória
Dono de um temperamento marcado pela defesa das causas nacionalistas, explosões de humor e espontaneidade, Itamar Augusto Cautiero Franco, de 81 anos, assumiu o comando do Executivo em 1992, com a renúncia do então presidente Fernando Collor de Mello. Durante sua gestão, foi implantado o Plano Real, cujo conjunto de medidas garantiu a estabilidade econômica e o controle da inflação no país.

Na equipe de governo de Itamar estava o senador Fernando Henrique Cardoso, que assumiu, em momentos distintos, os ministério da Fazenda e das Relações Exteriores. Ao lançar-se candidato à eleição presidencial, Fernando Henrique ganhou o apoio de Itamar. No governo Fernando Henrique, eles romperam politicamente. Itamar chegou a pensar em voltar à Presidência, mas desistiu e preferiu concorrer ao governo de Minas Gerais.

Plano Real
Foi durante o mandato de pouco mais de dois anos – entre outubro de 1992 e dezembro de 1994 – à frente do Palácio do Planalto que surgiu o Plano Real, programa econômico responsável pela estabilização da moeda. O plano foi apresentado pelo então ministro Fernando Henrique Cardoso.

Personalidade
Conhecido pelas frases de efeito e opiniões objetivas, Itamar conquistou aliados e adversários ao longo de sua trajetória política. Não poupou antigos colaboradores, como os ex-presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva. Na campanha em 2010 para o Senado, ele reatou com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), depois de um período de afastamento.

Em 1998, Itamar venceu a eleição para o governo de Minas Gerais. Com o fim do mandato, apoiou a campanha de Lula à Presidência da República e, depois, foi nomeado embaixador do Brasil na Itália, posto que ocupou até 2005. Em 2009, filiou-se ao PPS, partido pelo qual foi eleito senador em 2010.

Origens
O nome Itamar, contava ele, remete ao local de seu nascimento. O ex-presidente nasceu em alto-mar, em um navio que ia de Salvador para o Rio de Janeiro, em 28 de junho de 1930. O nome da embarcação, segundo Itamar, era Ita. Ele foi registrado na capital baiana, mas a infância e juventude foram vividas em Juiz de Fora, em Minas Gerais, na companhia da mãe, pois ele não conheceu o pai.

Ex-presidentes: Itamar, Lula, FHC e Sarney

Formação
Depois de concluir o curso de engenharia civil em Juiz de Fora, o ex-presidente iniciou a carreira política, lançando-se candidato a prefeito e depois a outros postos. Na ditadura militar, ele se filiou ao Movimento Democrático Brasileiro (MDB), legenda pela qual foi eleito prefeito da cidade mineira por duas vezes.

Em 1975, conquistou o primeiro mandato para o Senado. Em sua carreira, foi eleito mais três vezes para o cargo – incluindo o atual mandato. Na década de 80, entrou no PMDB. Oito anos depois, ele foi candidato a vice-presidente da República na chapa de Fernando Collor pelo Partido da Reconstrução Nacional (PRN). Os dois venceram a disputa na primeira eleição direta que ocorreu no Brasil após a redemocratização.

Da Agência Brasil com informações do IG