Serviço
Atualizado em: 13/08/2011 - 9:00 am


A unidade móvel do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) atende aos eleitores a partir da próxima terça-feira (16) até sexta-feira (19), das 9h às 15h, no bairro Alto da Balança. O ônibus do TRE ficará estacionado na Escola Edite Braga, na rua Capitão Vasconcelos, nº 1061. Os eleitores poderão tirar o título, transferir, obter a 2ª via ou fazer a revisão eleitoral.

O serviço da unidade móvel foi implantado pelo TRE do Ceará em 2007, para facilitar o atendimento ao eleitor que encontra dificuldades de se deslocar ao Fórum Eleitoral Péricles Ribeiro, na Praia de Iracema, principalmente no caso dos idosos e deficientes físicos.

Depois do Alto da Balança, o ônibus do TRE irá ao bairro Autran Nunes, no período de 23 a 26 de agosto.

Com informações do TRE










Bastidores
Atualizado em: 12/08/2011 - 8:16 pm


Cid Gomes disse que proibiu Arialdo de criticar Fortaleza e outras administrações como secretário de Estado. Foto: Reprodução da TV Jangadeiro

“Enquanto posicionamento de governo ele [Arialdo Pinho] está proibido de falar qualquer coisa contra Fortaleza ou contra qualquer outra administração. Agora, na sua manifestação de opinião pessoal, eu não posso impedir ninguém de fazer”.

Com essas palavras, o governador Cid Gomes (PSB) tentou encerrar a polêmica envolvendo o secretário-chefe da Casa Civil, Arialdo Pinho e a prefeita Luizianne Lins (PT). 

A declaração foi dada após visita ao estádio Castelão na tarde desta sexta-feira (12) .

Público x Privado
Cid Gomes ainda ressaltou que a opinião foi emitida através do twitter “privado” e que, por isso, não revela o pensamento de Arialdo “como secretário de governo”.

“As pessoas tem livre opinião e se manifestam privadamente da forma como querem. Eu não posso impedir ninguém de manifestar sua opinião pessoal”, disse Cid Gomes ao encerrar a entrevista.

Toma lá, Dá cá
No dia 9 de agosto o secretário-chefe da Casa Civil, Arialdo Pinho, fez duras críticas à prefeita da capital através da rede social Twitter. Luizianne reagiu e, em entrevista, acabou retribuindo a crítica no mesmo tom.

Leia em: Reação: Alvo de críticas, Luizianne chama Arialdo Pinho de “moleque”

Acompanhe a entrevista do governador Cid Gomes sobre as declarações do secretário Arialdo Pinho contra Luizianne Lins.










Ceará
Atualizado em: 12/08/2011 - 6:56 pm


Antônio Argeu Nunes Vieira

O ex-prefeito de Boa Viagem foi condenado a 12 anos e seis meses de reclusão por utilização indevida e desvio de verbas públicas. De acordo com a decisão, Antônio Argeu Nunes Vieira pode apelar da sentença em liberdade.

Segundo a denúncia oferecida pelo Ministério Público (MP) do Ceará, o então prefeito de Boa Viagem contraiu dois empréstimos por antecipação de receita orçamentária. O primeiro, no valor de R$200 mil, foi realizado em 11 de janeiro de 2005 e, o segundo, de R$ 150 mil, foi firmado em 13 de março do mesmo ano.

O MP afirmou que as operações foram feitas sem autorização do Legislativo municipal. Além disso, o dinheiro foi utilizado para a compra de um terreno, no valor de R$150 mil, pagamento de servidores (R$50 mil) e pagamento de dívidas da Prefeitura (R$150 mil). Ainda conforme a denúncia, a aquisição do imóvel não obedeceu à lei, pois não teve autorização legislativa e avaliação, e a quitação dos débitos não foi provada.

Além disso, Antônio Argeu Nunes Vieira promoveu, no dia 22 de abril de 1994, um forró em comemoração à posse no cargo de prefeito, cujas despesas teriam sido contabilizadas posteriormente, em nome do Município, como se tivessem sido destinadas ao Programa de Proteção e Assistência aos Idosos. O ex-gestor também é acusado de outras irregularidades na condução dos negócios públicos.

Ao julgar o processo, a juíza titular da 2ª Vara da Comarca de Boa Viagem, Suyane Macedo de Lucena, condenou o ex-prefeito à pena total de 12 anos e seis meses de prisão, sendo três anos pela utilização indevida de verba pública em proveito próprio, três anos e seis meses por desvio de dinheiro público em favor de terceiro e seis anos por desvio de verba pública em proveito próprio. O regime inicial de cumprimento é o fechado. A juíza não procedeu “à substituição da pena ou sua suspensão diante do montante da pena aplicada” e facultou “ao réu o direito de apelar em liberdade, pois não restam presentes os motivos autorizadores da prisão preventiva, neste momento processual”.

Antônio Argeu Nunes Vieira também foi condenado a ressarcir os cofres públicos e ficou inabilitado para exercer cargo ou função pública pelo prazo de cinco anos. A magistrada considerou que ele “agiu livre, consciente e voluntariamente na utilização e desvio de verbas públicas, violando o dever de moralidade administrativa em flagrante prejuízo da Administração Pública e seus administrados”.

Ainda de acordo com a sentença, a Ordem dos Advogados do Brasil deve ser oficiada para que apure a conduta do advogado de defesa, “que reteve os autos por sete anos para simples apresentação de alegações finais”.

Leia mais:
MPF denuncia ex-prefeito por desviar verba para compra de alimentos para idosos
Fazenda de ex-prefeito envolvido no furto ao Banco Central será leiloada

Fonte: Tribunal de Justiça do Ceará










Eleições 2012, Partidos
Atualizado em: 12/08/2011 - 5:21 pm


Luizianne Lins já confirmou presença

O Partido dos Trabalhadores promove neste sábado (13/08) uma plenária popular com o tema “PT Unido e forte: pra avançar no projeto popular em Fortaleza”. O evento está marcado para às 15h e será realizado no Ginásio Poliesportivo de Parangaba (Av. Osório de Paiva, s/n). A prefeita Luizianne Lins já confirmou presença.

O objetivo da sigla é reunir apoiadores da gestão petista em um ato político.

O site oficial do PT explica que “a Plenária Popular do PT é resultado de uma série de eventos realizados em seis bairrros da cidade, onde foram reunidas cerca de 1500 militantes com a finalidade de propagar e discutir o andamento dos projetos da Prefeitura com o objetivo de municiar a militância para cair em campo em defesa da gestão petista”.

Foram convidados parlamentares, lideranças e militantes do PT. Na ocasião, serão discutidos os projetos em andamento na Prefeitura de Fortaleza que tem à frente a petista Luizianne Lins.

Prefeituráveis
As Executivas PT Ceará e do PT Fortaleza já identificaram 13 nomes da sigla com “potencial eleitoral e administrativo” para administrar a prefeitura da capital na sucessão de Luizianne Lins.

São 13 nomes que seguem em ordem alfabética: Acrísio Sena, Antônio Carlos, Artur Bruno, Camilo Santana, Deodato Ramalho, Elmano de Freitas, Guilherme Sampaio, Íris Tavares, Joaquim Cartaxo, José Pimentel, Luíza Perdigão, Roberto Gomes e Valdemir Catanho.

Com informações do PT Fortaleza










Nacional
Atualizado em: 12/08/2011 - 4:07 pm


Ideli Salvatti

O ministro da da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, disse nesta sexta-feira (12) que está em elaboração pelo governo o cronograma para a liberação de recursos de emendas parlamentares.

O que chama atenção é que o anúncio deste calendário ocorre exatamente no dia seguinte a derrota imposta ao governo em votação na Câmara com articulação da base aliada.

Leia em: Nos jornais: Em ‘recado’, base aliada não vota decreto presidencial e derrota Dilma

O governo, como era de se esperar, nega a relação entre a liberação das emendas e a manutenção de apoio da base aliada.

“É um processo que já estava previsto. O governo foi fazendo estudos internos e percebeu que agora dá para liberar [as emendas]”, explicou.

A expectativa é que na próxima semana a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, conclua o cronograma de empenho de emendas para esse segundo semestre. A liberação das emendas é uma reivindicação dos parlamentares desde o início do governo da presidente Dilma Rousseff.

Relacionamento
Carvalho disse que há preocupação do governo em primar por um bom relacionamento com o Congresso Nacional e foi determinado que os ministros recebam com frequência os parlamentares.

“A principal preocupação do governo é cultivar a relação com o Congresso, determinando que os ministros recebam os parlamentares, que haja uma relação muito além da troca”.

Com informações da Agência Brasil










Nacional
Atualizado em: 12/08/2011 - 1:26 pm


Manobra da base que impediu a votação de decreto presidencial foi mais um recado para o Planalto. Foto: Gustavo Lima/Agência Câmara

Irritados com a demora na liberação das emendas de parlamentares e com o tratamento dispensado pela presidente Dilma Rousseff ao Legislativo, os aliados do governo mantiveram na quinta-feira, 11, a paralisação dos trabalhos da Câmara.

Uma ação orquestrada pelo PR, PMDB, PTB, PP e PSC, que criaram um bloco informal com mais de 200 deputados, pôs lenha na fogueira da crise que tomou conta da base e impediu a votação de projeto rotineiro e sem polêmica. Foi mais um recado para o Palácio do Planalto, materializado na quinta-feira em manobra regimental que impediu a votação de um decreto que autorizaria a celebração de um tratado na área criminal do governo brasileiro com a China.

Além de não deixarem votar nada, os aliados voltaram a ameaçar o governo com a aprovação da PEC 300, que cria um piso salarial para os policiais militares, civis e Corpo de Bombeiros, e a chamada emenda 29, que fixa porcentuais mínimos de gastos pela União, estados e municípios para a saúde. Todos esses projetos não são de interesse do Palácio do Planalto, pois aumentariam os gastos públicos.

Vingança
Mas como a votação desses projetos depende de o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), colocá-los na pauta, os aliados preparam sua “vingança” contra o governo em duas frentes. A primeira é a derrubada da prorrogação da Desvinculação das Receitas da União (DRU), proposta considerada essencial pelo Palácio do Planalto. “Rebelião vai ter mesmo é com a morte da DRU”, afirmou um peemedebista. “Por enquanto, estamos apenas mandando um recado”, continuou. Em outra frente, os aliados estão dispostos a dar um susto no governo Dilma Rousseff com o apoio à criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) específica, que trata de investigação exclusiva como, por exemplo, de um banco.

“O clima na base está como no Rio Grande do Sul de manhã cedo, gelado e com serração”, disse o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS). “Vai necessitar de ajuste político, de uma sintonia fina para votações como esta”, continuou Maia, referindo-se a DRU. “O pessoal está com preguiça”, ironizou um deputado aliado, diante da paralisação da Câmara.

Obstrução
À exceção do PSOL, todos os partidos aliados e oposição entraram na quinta-feira pela manhã em obstrução, ou seja, não deram quorum no plenário da Câmara.

Com essa estratégia, os parlamentares impediram a votação do projeto de decreto legislativo simples, que previa a aprovação do tratado de extradição entre Brasil e China firmado, em 2004. A obstrução foi iniciada pelo PR que, desde a saída do senador Alfredo Nascimento (AM) da pasta dos Transportes, há um mês, deixou clara sua insatisfação com o Planalto. Rapidamente todos os aliados aderiram à obstrução, o que impediu votações.

Fonte: Estadão.com










Congresso
Atualizado em: 12/08/2011 - 12:00 pm


Líder do DEM, Agripino Maia

A oposição adotará, a partir de agora, a estratégia de expor na internet e em veículos de comunicação os nomes de deputados e senadores que estão obstruindo as investigações, pelo Congresso, de denúncias de corrupção em ministérios e órgãos públicos da administração indireta.

Na quinta-feira (11), após reunião, PSDB, Democratas, PPS e PSOL decidiram iniciar a coleta de assinaturas para instalar uma comissão parlamentar mista de inquérito (CPMI) em seis ministérios e cinco instituições públicas. Serão divulgados também os nomes de quem colaborar para a instalação da CPMI.

“Vamos coletar assinaturas e exibir ao Brasil, pela internet e em meios de comunicação, quem quer de verdade a faxina na administração [pública] e quem é que quer falar só da boca para fora, por isso a divulgação na internet. E que parlamentares de que partido assinaram”, disse o presidente do DEM, José Agripino Maia (RN). Ele negou que a estratégia seja “um mecanismo de pressão” para que aliados insatisfeitos do governo mas, sim, “um mecanismo de clareza de procedimentos”.

CPI
A oposição aposta na adesão ao requerimento da CPMI da Corrupção, como é chamada pelos partidos, de deputados e senadores insatisfeitos com os episódios que pertencem a partidos apontados pelas denúncias, como o PR, e que não concordam com generalizações de culpa.

“Já conversamos com diversos parlamentares da base do governo, muitos estão incomodados porque não querem ser responsabilizados por erros cometidos pelo governo e muitos estão dispostos a discutir a assinatura da CPMI”, disse o líder do DEM na Câmara, Antonio Carlos Magalhães Neto (BA). Agora, acrescentou ele, a oposição vai procurar “um a um” desses deputados e senadores para colher as assinaturas necessárias à instalação da CPMI.

Pelo requerimento, seriam investigadas as denúncias de corrupção nos ministérios dos Transportes, Cidades, Agricultura, Reforma Agrária, Trabalho e Turismo. A oposição também quer apurar denúncias no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), na Engenharia, Construções e Ferrovias S.A. (Valec); no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra); na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab); além da Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Da Agência Brasil










Bastidores
Atualizado em: 12/08/2011 - 10:35 am


Reação: Luizianne chama Arialdo Pinho de "moleque". Foto: reprodução da TV Jangadeiro.

O bate-boca virtual entre a prefeita Luizianne Lins (PT) e Arialdo Pinho, secretário-chefe da Casa Civil do governo Cid Gomes, está dando o que falar. De um lado, um dos principais nomes da gestão cidista dispara críticas contra a petistas. Do outro, a cobrança de respeito à chefe do executivo municipal.

“Fiz contato direto com Cid e o secretário das Cidades Camilo Santana (PT), coloquei minha insatisfação e meu incômodo em estar sendo ofendida pelo secretário da Casa Civil”, disse Luizianne Lins em entrevista ao Jornal O Povo.

No Ataque
As críticas de Arialdo foram divulgadas através da rede social Twitter. Em uma das postagens o secretário diz:

“Obrigados a lerem a peça de ficção em revista semanal, servidores e terceirizados não conseguem acreditar na lavagem cerebral imposta” escreveu o secretário, em 9 de agosto, numa referência a reportagem da revista IstoÉ.

A revista
Sob o título “A vitória da patinha feia”, a reportagem diz que a gestão de Luizianne Lins vive um bom momento, fruto do aumento nos indicadores de desenvolvimento da Capital.

Ainda sobre o assunto, o principal secretário do governo Cid diz que:

“Ainda bem que tem gente que (…) só acredita no que vê e vive” e completa afirmando que está “arrependido” de ter “ajudado e votado” para reeleger a prefeita Luizianne Lins.

A reação
A petista não deixou por menos e, ainda durante entrevista, reagiu.

“Quero que ele diga, que tenha a coragem, que seja homem pra dizer onde é que está sendo pago mídia nacional (para veiculação de matéria elogiosa), ao invés de fazer insinuação como um moleque”, disse demonstrando indignação.

Não é a primeira vez
O atrito entre Luizianne e Arialdo Pinho, a partir do Twitter não é o primeio registrado. Em fevereiro deste ano, o secretário-chefe da Casa Civil do Governo Cid Gomes, Arialdo Pinho, fez duras críticas ao fato de a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins, ter transferido para a Cagece a culpa pelos buracos na cidade.

Adotando um tom irônico, Arialdo escreveu: “Lulu Discurso Maravilha, culpa Cagece pelos buracos Fortaleza. Engraçado, pela falta de capacidade de fazer algo, transfere responsabilidade”.

Logo em seguida, o secretário apontou problemas em Fortaleza que a Prefeitura, segundo ele, não tem dado conta do recado: “existem obras da Cagece na cidade com prazo para acabar. Prefeitura: ruas esburacadas, avenidas com asfalto lastimável, obras que nunca acabam”.

Pessoal
No Twitter o secretário faz questão de ressaltar que as manifestações publicadas em seu perfil são pessoais e não representam o pensamento do governo. Será?

“A minha opinião é publica, acho uma gestão desastrosa e midiática. Arrependo em ter ajudado e pior votado”.

Com informações do O Povo










Ceará
Atualizado em: 12/08/2011 - 10:26 am


Chico Passeada

Morreu aos 63 anos, vítima de câncer, o militante e ex-preso político Francisco Monteiro, mais conhecido por “Chico Passeata”. Ele faleceu na madrugada desta sexta-feira (12) no Instituto do Câncer do Ceará (ICC), onde estava internado.

O corpo do militante está sendo velado na manhã desta sexta-feira em uma funerária na Rua Padre Valdevino, no bairro Aldeota. A missa de corpo presente será às 16 horas na própria funerária. O enterro ocorre às 17 horas no Cemitério Parque da Paz.

Chico Passeata era médico sanitarista e poeta. Atuou como militante do Partido Comunista do Brasil (PcdoB) contra a Ditadura Militar, chegando inclusive a ser preso.










Ceará, Polêmica
Atualizado em: 12/08/2011 - 8:11 am


Cid Gomes, governador do Ceará. Foto: Kézya Diniz

O deputado Heitor Férrer (PDT) criticou, na sessão plenária desta quinta-feira (11/08) da Assembleia Legislativa, a mensagem de autoria do Governo do Estado que cria a área de segurança permanente e transitória do Ceará. A matéria deu entrada na Casa na última terça-feira (09/08) e encontra-se em análise na Procuradoria e Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

Na opinião do pedetista, o texto é inconstitucional.

“Se aprovarmos, estaremos sitiando áreas onde o governador está. O governador quer sitiar a cidade. Essa é uma prática de regime ditatorial. Uma democracia não permite tamanha atrocidade; tamanho isolamento do governante. O Governo está se encastelando. Bem diferente da época em que vai às praças pedir voto”, atacou.

Área
Conforme a mensagem, a área de segurança corresponde a “todo espaço físico que se faça necessário para procedimentos de segurança institucional à sede do Governo e à locomoção e segurança ao Governador e autoridades públicas”. Dessa forma, o Executivo fixa como permanente a área de segurança no entorno do Palácio da Abolição e Residência Oficial. Ao norte, o limite seria a avenida Abolição; ao sul, a rua Costa Barros; a leste, a rua Nunes Valente; e, a oeste, a avenida Rui Barbosa.

Já o perímetro de 250 metros do local onde se encontrar o governador em eventos públicos seria considerado área de segurança transitória. A proteção ao chefe de Estado será de competência da Casa Militar, que poderá requisitar o apoio da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) também poderá ser convocado para apoio operacional.

Devolução
Heitor Férrer disse que solicitará a devolução da matéria ao Executivo.

“Isso é uma petulância. É querer constranger o Poder Legislativo para atender aos caprichos do governante. E esse Poder não pode ficar a mercê do humor do governante. A Assembleia não pode legitimar isso”, considerou.

Ele recebeu o apoio dos deputados Fernando Hugo (PSDB) e Roberto Mesquita (PV).

“Nem a rainha da Inglaterra tem isso. Isso é dar uma tapa na popularidade que vocês (irmãos Ferreira Gomes) adquiriram durante 20 anos”, citou o tucano.

“Área de segurança num estado sem incidência de atos terroristas? Acho um exagero. Tentam preservar a imagem do governador, mas criaram uma situação embaraçosa”, acrescentou Mesquita.

Com a Agência de notícias da AL










Dilma no Ceará
Atualizado em: 11/08/2011 - 9:42 pm


Visita de Dilma Rousseff ao Ceará. Imagem: Kamilla Ladeira

Da Redação do Jangadeiro Online.

Dilma Rousseff (PT) realizou nesta quinta-feira (11) a primeira visita ao Ceará como presidente da República. Ela desembarcou na capital cearense ainda durante a madrugada e, pela manhã, concedeu entrevista à Radio Jangadeiro FM 88,9.

A agenda da presidente ainda incluiu inauguração do Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT), a instalação da Correia Transportadora no Porto do Pecém e a oficialização do início dos serviços de terraplenagem da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP).

Inauguração de equipamentos
A presidente chegou de helicóptero no Complexo Portuário do Pecém, juntamente com o governador Cid Gomes (PSB) e uma comitiva de ministros e senadores cearenses. Dilma fez questão de conhecer o maquinário usado na construção, chegando até a subir em um trator.

Logo após a visita, Dilma seguiu para o Porto do Pecém, localizado no município de São Gonçalo do Amarante, onde inaugurou a correia transportadora de minério e o Terminal de Múltiplo Uso (TMUT).

Cid Gomes e Dilma Roussef em Pacajus. Foto: Kézya Diniz

Policlínica Regional e Polo 1
Após seguir para a cidade de Pacajus, na Região Metropolitana (RMF), onde inaugurou a Policlínica Regional e o Polo 1 do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Dilma partiu para Brasília (DF).

Promessas
Em entrevista à Jangadeiro FM, a presidente Dilma Rousseff (PT) prometeu que o governo vai usar a experiência norte-americana dos “home cares” para financiar estruturas de atendimento a doentes em casa. O objetivo, segundo ela, é amenizar a demanda em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS).

Dilma Rousseff também prometeu aumentar o número de vagas nas universidades para a formação de novos médicos, principalmente nas instituições nos municípios do interior do Brasil. “Assim, o médico se forma lá e continua trabalhando, não migrando para outras cidades, como acontece na maioria dos casos”,disse.

Para isso, Dilma disse que já existe uma parceria entre o Ministério da Saúde e da Educação para ampliar a oferta dos cursos de medicina, “principalmente nas universidades que nós interioramos”, completou a presidente.

Situação precárias das rodovias
A presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou, ainda durante entrevista ao radialista Paulo Costa, que o governador Cid Gomes (PSB) tinha razão em criticar o Ministério dos Transportes, por conta da situação das estradas cearenses. De acordo com a presidente, a situação das rodoviais do Ceará era “extremamente precária”.

Sobre o assunto, a presidente acrescentou que a responsabilidade de melhorar a situação é do Governo Federal e não de Cid Gomes. Segundo ela, 100% das estradas federais do Ceará vão estar cobertas por contratos de manutenção.

Confira trechos da entrevista da presidente Dilma Rousseff à FM Jangadeiro:

PARTE 1

PARTE 2

Assista às reportagens exibidas no Jornal Jangadeiro:










Ceará, Dilma no Ceará, Vídeos
Atualizado em: 11/08/2011 - 9:40 pm


A presidente Dilma Rousseff visitou o Ceará nesta quinta-feira (11). No turno da manhã, a presidente seguiu para o Porto do Pecém, no município de São Gonçalo do Amarante.

Dilma ainda participou da inauguração do Terminal de Múltiplas Utilidades (TMUT), da instalação da Correia Transportadora no Porto do Pecém e da oficialização do início dos serviços de terraplenagem da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). Durante a visita, a presidente falou sobre a crise econômica mundial e e reconheceu o péssimo estado das BRs no Ceará.

Veja as imagens realizadas durante a visita de Dilma ao Ceará:










Ceará, Dilma no Ceará, Nacional
Atualizado em: 11/08/2011 - 9:23 pm


Dilma Rousseff em Pacajus. Foto: Kézya Diniz

Durante a tarde desta quinta feira (11), na sequência da visita ao Ceará, que começou no Complexo Portuário e Industrial do Pecém, em São Gonçalo do Amarante, a presidente Dilma Roussef (PT) visitou as instalações da políclínica de Pacajus, Região Metropolitana de Fortaleza. Ela ainda cumprimentou profissionais da saúde responsáveis pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Palanque
Dilma esteve acompanhada pelo governador Cid Gomes (PSB) e os ministros da saúde, Alexandre Padilha, e das Minas e energias, Edson Lobão. No palanque, a presidente tentou transmitir uma mensagem de otimismo à nação, em meio a um cenário de instabilidade econômica internacional. Ela também reafirmou o compromisso com o Nordeste, especialmente no que diz respeito à distribuição de renda.

Sol Forte
A presidente não resistiu ao calor do nordeste e chegou a engasgar durante o discurso, no momento em que citava o deputado federal José Nobre Guimarães (PT), vice-líder do governo na Câmara Federal. Os assessores tiveram que providenciar água para que a chefe de estado retomasse o discurso. Dilma ainda brincou dizendo “engasguei com o ‘Gui’ do Guimarães”, em referência ao deputado federal.

Ao final do dia, Dilma retornou à Fortaleza sem comentários sobre as denúncias de corrupção e desvio de verbas que atingem vários ministérios como o dos Transportes, Agricultura e Turismo. Ela também ignorou as perguntas dos jornalistas.

Confira outras notícias sobre a visita de Dilma ao Ceará clicando aqui.










Ceará, Eleição
Atualizado em: 11/08/2011 - 7:37 pm


Com a modificação, o candidato Stanley Leão perdeu a vaga

A nova totalização de votos para a eleição proporcional foi feita nesta quinta-feira (11), por determinação da Corte do TRE do Ceará. A partir do resultado ocorreu uma alteração no quatro de eleitos para o cargo de deputado estadual.

Modificações
O candidato Stanley Leão (PTC) perdeu a vaga porque foram retirados os votos de dois candidatos, Antônio Maurício Bezerra e Maria Isabel Gomes Barroso, do partido, que tiveram seus registros de candidatura impugnados pela Justiça Eleitoral. Com isso, o PTC não alcançou o coeficiente eleitoral e a vaga de deputado estadual passou a ser do candidato Francisco Pinheiro, do PT.

Decisão
A decisão da Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará aconteceu na sessão realizada no dia 15 de julho. Os juízes do TRE deram provimento à Reclamação ajuizada pela Coligação Proporcional PMDB/PT/PRB/PSB e pelo suplente a deputado estadual Francisco José Pinheiro. Na sessão de quarta-feira (10), a Corte do TRE rejeitou os Embargos de Declaração do PTC e do candidato Stanley Leão, ordenando que nova totalização fosse realizada na tarde desta quinta-feira (11).

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Ceará, desembargador Ademar Mendes Bezerra, já tomou as providências para comunicar a decisão do TRE, em ofício enviado ao Presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará.

Com informações do TRE










Bastidores
Atualizado em: 11/08/2011 - 5:41 pm


Em sua primeira visita ao Ceará, a presidente Dilma Roussef concedeu na manhã desta quinta-feira (11) uma entrevista exclusiva para a  Jangadeiro FM (88,9). Dilma e o radialista Paulo Costa debateram assuntos como saúde, educação e a situação das estradas cearenses.

Confira trechos da entrevista da presidente Dilma Rousseff à FM Jangadeiro: 

PARTE 1

PARTE 2